Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Pesquisa do Ibope Media aponta que meio rádio alcança 90% da população no Brasil

    Levantamento mostra o consumo de rádio entre os brasileiros
    16.11.2014 20h28m
    Recomendar
    Pesquisa do Ibope Media aponta que meio rádio alcança 90% da população no Brasil
    Foto: Reprodução

    O Ibope Media, por meio do Target Group Index, realizou um levantamento sobre o meio Rádio em todo o Brasil. De acordo com a pesquisa, 90% da população brasileira é alcançada pelo veículo, sendo que 70% do universo pesquisado utiliza o meio de comunicação como forma de entretenimento.

    O Ibope Media apresentou em infográfico os hábitos de consumo de rádio entre os brasileiros. De acordo com o Target Group Index, um dos destaques da pesquisa foi referente ao gosto musical. A música sertaneja é o ritmo preferido da população (50%), seguido pela MPB (41%).

    O levantamento também mostrou por quanto tempo os ouvintes ficam ouvindo rádio. De acordo com a pesquisa, o consumo médio de rádio entre os brasileiros é de 3 horas e 51 minutos. Além disso, o horário de maior alcance do meio é às 10h da manhã, onde há o pico de 64% da população atingida. O local onde mais se ouve rádio é em casa, com 53%. Entre os pesquisados, 10% ouve no carro e 5% no trabalho.

    Na pesquisa que apontou que 70% dos pesquisados ouvem rádio como forma de entretenimento, 50% consumo o veículo para ouvir notícias. Na pesquisa, 55% confiam nas informações que são veiculadas pelos programas jornalísticos das rádios brasileiras.

    A pesquisa também mostra os demais veículos que são usados simultaneamente ao rádio. A internet é a mais usada pelos ouvintes, com 18%. Já 16% ouvem o rádio assistindo televisão, 13% lendo jornal e 12% lendo revistas.

    Os dados foram coletados de julho de 2012 a agosto de 2013.

    Com informações do Tudo Radio Fontes: EASYMEDIA4 – Radio Recall – 05h/24h – tds dias – 13 mercados – Universo 54.690.754 – Jul a Set/2014. Alcance máximo - Alcance diário –Tempo Médio Individual - Alcance 2 dias. TARGET GROUP INDEX - | Ano 14 onda 1 + onda 2 - 20.736 entrevistas - jul12-ago13.
     



  • Levantamento da Abert aponta que 1400 rádios AM solicitaram migração para FM


    16.11.2014 20h19m
    Recomendar
    Levantamento da Abert aponta que 1400 rádios AM solicitaram migração para FM
    Foto: Reprodução

    Cerca de 80% das emissoras de rádio solicitaram a migração do AM para o FM. De acordo com dados da Abert, o número representa mais de 1,4 mil rádios. O prazo para o pedido de migração foi encerrado na segunda-feira (10). A região que registrou maior número de rádios foi o Sul e, o Centro-Oeste, foi a região que teve o menor percentual de solicitações.

    Na região Sul, 85% das emissoras AM solicitaram a migração. Em seguida vem a região Sudeste com 79%, Nordeste com 68%, Norte com 65% e Centro-Oeste com 64%. As emissoras que prestam atualmente o serviço de OM local e não solicitaram a migração terão o serviço extinto após o final da licença da outorga, sem a possibilidade de renovação. As rádios que contam com abrangência regional e que não solicitaram a migração, permanecerão no dial.

    Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Maranhão, Mato Grosso e toda a região Norte, exceto o Pará, que ainda está em consulta pública, já tiveram os canais inseridos no plano básico de FM para as emissoras que solicitaram a migração. Está em andamento a consulta pública para o plano básico de FM nos estados do Ceará, Bahia, Sergipe, Paraíba, Pernambuco e Mato Grosso do Sul.

    Após a definição dos canais FM destes estados, as emissoras deverão apresentar toda a documentação exigida para a habilitação e esperar a divulgação por parte do Ministério das Comunicações do valor que será cobrado para a adaptação da outorga. Nas localidades com espectro cheio, principalmente em grandes cidades, as emissoras terão de aguardar a liberação do espaço que vai ocorrer com a digitalização da TV, quando os canais 5 e 6, hoje ocupados pela TV analógica, serão desocupados e destinados à faixa FM.


    Com informações do Tudo Radio
     



  • “Mesmo com novos projetos, o Acorda Cidade segue em frente”, garante Dilton Coutinho

    Com mais de 30 anos atuando na comunicação, Dilton Coutinho não acumula somente experiências nas várias vertentes da área. Ele continua inovando e agora depois de se consolidar no jornalismo on-line, o comunicador parte para o campo do rádio FM, onde comanda atualmente dois programas nas rádios Transamérica e Jovem Pan. Com esta inovação, os bastidores do rádio feirense “fervilharam” de especulações sobre o fim do Acorda Cidade e a saída da Rádio Sociedade. Em entrevista ao jornal FOLHA DO ESTADO, Coutinho afasta esta possibilidade, além falar sobre seus novos projetos. Confira:
    08.11.2014 09h26m
    Recomendar
    “Mesmo com novos projetos, o Acorda Cidade segue em frente”, garante Dilton Coutinho
    Foto: Gleidson Santos / Jornal Folha do Estado

    Reginaldo Júnior: Depois de 18 anos do Programa Acorda Cidade, o senhor está com um novo desafio na Radio Transamérica com o TransNoticias e na coordenação do Jornal Jovem Pan Feira de Santana. Como foi que surgiu o convite?


    Dilton Coutinho: Na realidade eu já estava, não diria acomodando, mais como ideia de sair da zona de conforto que a gente já está, como a audiência, equipe boa fazendo o trabalho bem aceito pela sociedade. E na minha concepção era preciso dar uma mexida, uma melhorada no formato do Acorda Cidade da Radio Sociedade, e já vínhamos discutindo isso nas reuniões, inclusive aberto a ideias com eles, como uma nova formatação do programa que estava me incomodando. Já o formato, é o mesmo há 18 anos e precisa de uma mexida, mas não muito para as pessoas não estranharem. Aí de repente eu tinha essa vontade de fazer um programa em uma FM à tarde, para fechar a tarde, por que a gente entende que as pessoas pela tarde precisam ter informação. Nesse intervalo, antes das mudanças acontecerem no acorda Cidade, o doutor Antônio Lomes, Presidente do Grupo Lomes de Radiodifusão, que tem as emissoras em Feira de Santana, Transamérica e Jovem Pan; e está vindo mais uma, ganhou mais uma concessão de que a rádio é de Amélia Rodrigues, mais que por causa da Região Metropolitana, o estúdio vai ser implantado em Feira de Santana, então eu recebi um ligação dele, para fazemos uma reunião pois ele precisava conversar comigo. Chegando lá ele apresentou o projeto, o horário estava ficando vago das 17 às 19 horas, e o Jornal Jovem Pan Local era pela manhã, perguntou se eu tinha interesse em tomar conta desse dois horários.


    Eu refleti um pouco e disse não, não quero, estou tranqüilo, vou tocar meu projeto Acorda Cidade. Ele falou para pensar direitinho e voltar por que é tudo muito rápido o horário estava vago e era preciso preencher. Dois dias depois fizemos uma nova reunião e evoluímos para uma parceria, aceitei o desafio e o convite, estamos começando, o da tarde eu estou apresentando na Transamérica com Juvenal Martins e Laine Cruz, um fator importante pois estou aproveitando a própria equipe do Acorda Cidade e pela manhã na Pan o Ney Silva apresentando o programa ao lado de Danilo Freitas, estudante de jornalismo que já atua em algumas atividades da Rádio Sociedade AM mesclado a juventude com a experiência. A receptividade ta muito boa, eles estão fazendo um programa que já vem com um formato estabelecido da rede. É mais ou menos essa idéia e agora é inovar conversando com alguns amigos, explicando que ainda não estava no momento de me aposentar e ainda posso oferecer algo para o rádio, tentando fazer um formato diferente não ser a reprodução do Acorda Cidade.


    RJ: Qual é a diferença do Jornal Jovem Pan, do TransNoticias e do Acorda Cidade?


    DT: O Acorda Cidade é formato no apelo do jornalismo comunitário e informativo ao mesmo tempo, onde temos a oportunidade de trazer a comunidade para discutir seus problemas fazendo um intermédio com as autoridades e com ênfase no setor policial, no sábado temos uma novidade que é o Acorda Saudade, com Ed Santos para dar um “quebra”. No Transnoticias estou tentando implantar uma filosofia diferente, com mais informação do dia o que está acontecendo no Brasil e no Mundo com entrevista diária sempre com assuntos que interessam à comunidade e colocamos uma voz feminina para da leveza à tarde.
    Eu estou tentando implantar uma nova filosofia de fazer um programa mais leve, não damos muito destaque ao setor policial, porque ele já esteve presente pela manhã, às 18 horas colocamos uma música para dar uma relaxada e dando um toque no esporte, mais leve mais em perder o foco da noticia que é o mais importante. Eu também estou tentando implantar uma leveza em meu estilo, mais já estão havendo reações, as pessoas acostumadas com o Dilton mais ativo estão querendo eu implante na Transamérica, estou fazendo uma avaliação de mudança também de apresentação. O Jornal Jovem Pan local tem mais um formato news com poucos comentários e mais informações, que já é um modelo que vem da rede. E todo conteúdo dos programas são compartilhados com os grupos.


    RJ: E como foi a primeira semana do programa, que foi apresentado direto do shopping?


    DT: Muito boa a receptividade, essa idéia do Rafael Lomes que primeira ação aconteceu a campanhas em outdoor focado na estréia dos programas e segunda ação foi tira a radio do estúdio e colocar no shopping para da visibilidade, movimentar a estréia trazendo grandes entrevista, inicialmente pra discutir o trânsito, que é um dos grandes problemas da cidade, levamos o Francisco Junior discutimos o trânsito com o repórter na rua, no segundo dia levamos o governador eleito Rui Costa, depois o prefeito José Ronaldo e fechamos a semana no shopping bem.


    RJ: No Transnoticias existe também um quadro para as mulheres?


    DT: Eu criei um quadro com as meninas o “Cá entre Nós”, que está sendo um sucesso, as meninas que trabalham no site elas comandam um programa, eu saio de cena, discutindo vários assuntos principalmente relacionados às mulheres.


    RJ: Quando surgiu a notícias da sua ida para o comando do Transnoticias e a coordenação da Jovem Pan, surgiram os boatos do fim do Acorda Cidade na Rádio Sociedade AM, como o senhor absorveu essa história e como está administração dessa situação?


    DT: Inclusive houve a sugestão da direção da Transamérica para colocar o nome Acorda Cidade, mais não iria ficar legal para a tarde e não poderia colocar Dorme Cidade, o Acorda Cidade ficou na Rádio Sociedade e criamos o TransNoticias relacionado até o nome da rádio. Inicialmente esse tipo de informação veio com naturalidade, as pessoas poderiam até imaginar o fim do Acorda Cidade na Rádio Sociedade mais não, inclusive o FreiHelenilson administrou isso muito bem por que aqui o trabalho continua o mesmo, o compromisso de fazer um bom trabalho, a rádio Sociedade já pediu migração para o FM também, Daí em diante não sabemos como será o processo, mais o certo e que a rádio é um prefixo forte e não teria sentimos de deixamos um programa já consolidado para começa um trabalho novo. Então o Acorda Cidade continua solido com o propósito firme de fazer um jornalismo comunitário, apenas estamos prospectando novos negócios dentro da empresa e do meu segmento que é o rádio jornalismo


    RJ: Falando sobre o rádio, o senhor falou que a Rádio Sociedade já pediu a migração para FM, que é considerado um dos maiores avanços no rádio nos últimos 50 anos em nosso país, mais será que aqueles ouvintes acostumados com o AM vão fazer essa migração?


    DT: É evidente que vamos encontrar algumas dificuldades em termos de adaptação, os profissionais vão ter que se preparar um pouco melhor porque vamos ter que passar mais conteúdo. O rádio AM sobrevive hoje como o rádiojornalismo, você pode observar que todas elas estão focadas no jornalismo, o FM está seguindo a mesma forma, a mesma linha. O rádio FM vai se transformar e você já observa isso no Brasil todo, em rádios mais informativas por que ou você faz uma segmentação como a Jovem Pan em Feira de Santana que tem seu público definido essa emissora vão continua sobrevivendo, as outras eu entendo que com a nova tecnologia, por que agora você chegar aos automóveis os Pen Drive estão lá cheios com 200, 300, 1.000 músicas dentro do seu gosto, mais se você quer ouvir uma notícia não tem dentro do pen drive vão ter que sintonizar em uma emissora, acho que vai ser uma tendência natural ou elas segmentarem ou irem para o jornalismo porque acho que o caminho é esse.


    RJ: Além disso, hoje tem a questão das redes sócias, dos aplicativos que todas as rádios têm criar o seu.


    DT: Isso tem de avançar na tecnologia, o celular, por exemplo, o AM tem essa dificuldade, a Samsung fez um, mas não avançou. O FM não, você entra a qualquer hora a questão da mobilidade o site é acessado do celular o rádio a mesma forma e precisamos acompanhar essa evolução que vem com a migração, que não tem retorno vai ter que migra e a partir daí as emissoras decidirem seus conteúdos. O FreiHelenilson já deu entrada no projeto da Rádio Sociedade, agora o projeto radio vai ser qual? Isso que vai ser discutido, talvez ouvindo o público, ouvindo as pessoas que fazem rádio mais ainda existe uma interrogação qual a linha a rádio vai tomar depois da migração.


    RJ: Qual a sua opinião sobre a flexibilização da “Voz do Brasil”, projeto tão discutido por anos, que aconteceu em partes durante a copa do mundo de 2014, pois muitas rádiosse sentem prejudicadas em cortar sua programação em um horário de grande pico e procuram os ouvintes?


    DT: Existem muitas coisas nesse Brasil que precisam repaginar, modelo eleitoral, código penal que é atrasadíssimo e dentro desse contexto a Voz do Brasil, não se permite mais essa espécie de ditadura, “Olha você tem de entra 7 horas com a voz do Brasil”, não pode flexibilizar isso. Tornar obrigatório em qualquer horário, não se discute isso mais que seja flexível a depende do comprometimento de horário da emissora, eu acho que tem ser flexível a emissora ou a lei determinar até tal hora, por que às vezes as pessoas podem querer colocar na madrugada. Mas que tenha a flexibilidade, pois precisamos avançar o mais rápido possível.

    Por: Reginaldo Júnior

    Correção: Alana Nascimento

    Edição: Cristiano Alves

    Foto:  Gleidson Santos / Jornal Folha do Estado



  • Sheherazade assina contrato com a Rádio Jovem Pan

    Âncora continua no SBT
    08.11.2014 09h22m
    Recomendar
    Sheherazade assina contrato com a Rádio Jovem Pan
    Foto: Divulgação / SBT

    Conhecida nacionalmente por ser apresentadora do "SBT Brasil", a jornalista Rachel Sheherazade acaba de aceitar um novo desafio em sua carreira.

    Segundo o colunista Flávio Ricco, Rachel assinou contrato com a Rádio Jovem Pan, onde será uma das comentaristas fixas do tradicional "Jornal da Manhã", apresentado por seu colega de bancada, Joseval Peixoto.

    Sheherazade será uma das comentaristas do programa, juntamente com os jornalistas José Nêumanne Pinto e Reinaldo Azevedo. Ou seja, ela fará no rádio o que lhe foi tirado na televisão. Rachel voltou ao Brasil recentemente, depois de tirar alguns dias de férias nos Estados Unidos, e no seu retorno acertou os últimos detalhes do contrato.

    A sua contratação ainda não está confirmada, porém, algo oficial não deve demorar muito, já que chamadas deverão ser feitas a partir deste fim de semana.

    A jornalista continuará, tranquilamente, ancorando o principal telejornal do SBT, que vai ao ar diariamente a partir das 19h45. A intenção da Pan é trazer cada vez mais polêmica e repercussão para o programa, que é líder de audiência nas manhãs de São Paulo há 15 anos.

    Rachel Sheherazade provoca muita polêmica desde começou a trabalhar em rede nacional, em 2010. Neste ano, devido a um comentário polêmico sobre Justiça com as próprias mãos, a jornalista parou de dar opiniões no "SBT Brasil".

    Fonte: Na Telinha



  • JB FM cresce de forma expressiva no Rio de Janeiro. FM O Dia avança de novo

    Último resultado da Beat98 FM mostra crescimento no índice de audiência da FM carioca
    08.11.2014 09h17m
    Recomendar
    JB FM cresce de forma expressiva no Rio de Janeiro. FM O Dia avança de novo
    Foto: Reprodução

    O rádio do Rio de Janeiro está movimentado devido as iminentes mudanças nas FMs controladas pelo Sistema Globo de Rádio. Porém as alterações previstas para Beat98 FM 98.1 e Rádio Globo FM 89.5 não são os únicos elementos que causam expectativas no meio. A divulgação de mais uma pesquisa geral da audiência FM no Rio e região metropolitana amplia essa movimentação. Os dados foram obtidos através de cruzamentos de informações enviadas às agências de comunicação e emissoras participantes, sendo uma pesquisa realizada pelo Instituto Ibope. Assim como em São Paulo, a pesquisa atual no Rio contempla o “período cheio” da ocupação causada pelo horário eleitoral no rádio, isso devido a pesquisa ser válida pelos meses de agosto, setembro e outubro. Acompanhe (05h-00h, todos os dias e locais, agosto a outubro/2014):

    O mercado FM carioca apresentou mais uma oscilação negativa em sua média de audiência, porém essa situação não impediu que FMs importantes apresentassem resultados positivos. A FM O Dia FM 100.5 foi novamente um dos destaques da medição geral da audiência FM, assim como na pesquisa anterior. O motivo: a 100.5 FM mantém uma tendência de alta em seus números, mesmo com o mercado apresentando retração. Com isso a FM O Dia vai aos poucos diminuindo a distância para a líder geral Melodia FM 97.5, além de apresentar o segundo maior avanço em números absolutos na comparação com as demais FMs do ranking. A 100.5 não evoluiu sozinha: a Beat 98 FM 98.1, emissora que vai deixar o dial no próximo dia 18 (saiba mais), também apresentou uma variação positiva na sua média de audiência.

    Mais destaques: a JB FM 99.9 foi a emissora que mais evoluiu na pesquisa geral da audiência FM no Rio de Janeiro. A líder no segmento adulto-contemporâneo cravou o maior avanço em números absolutos na média de ouvintes por minuto entre as rádios participantes da medição, voltou a superar a marca de 100 mil ouvintes por minuto no período 05h-00h (todos os dias e locais), além de ter pulado para a quarta posição geral nesse filtro. É importante lembrar que as rádios FM O Dia e JB FM já haviam se destacado na medição passada devido os avanços apresentados por essas emissoras. As rádios 93 FM 93.3 e Nativa FM 103.7 também apresentaram ligeiras variações positivas em suas médias de ouvintes por minuto, isso na comparação com a pesquisa passada.

    O gênero “all-news” carioca também está ignorando a tendência de queda vista na média de audiência do FM. A BandNews FM 94.9 apresentou mais um crescimento em seus números e manteve a liderança desse gênero de atuação. Na sequência aparece a CBN FM 92.5, rádio que também oscilou positivamente no ranking, ganhando assim uma posição no período 05h-00h (todos os dias e locais). O Rio também viu melhoras nos números das rádios Transamérica FM 101.3 e 104,5 FM 104.5.
    Veja como ficou essa listagem entre as 15 primeiras colocadas com base no período 05h-00h (todos os dias e locais – agosto a outubro/2014), com base no cruzamento de informações de rádios e agências voltadas ao meio.

    01 – Rádio Melodia FM 97.5 – 1.95%
    02 – FM O Dia FM 100.5 – 1.63%
    03 – Beat98 FM 98.1 – 1.18%
    04 – JB FM 99.9 – 1.01%
    05 – 93 FM 93.3 – 0.98%
    06 – Super Rádio Tupi FM 96.5 – 0.94%
    07 – Rádio Globo FM 89.5 – 0.63%
    08 – Nativa FM 103.7 – 0.51%
    09 – Rádio Cidade FM 102.9 – 0.39%
    10 – Mix FM 102.1 – 0.32%

    São 21 estações que partilham o total da audiência FM do Rio de Janeiro e região metropolitana.

    Fonte: Tudo Radio
     



  • Por falta de espaço, programadoras realizam troca de canais; entenda


    08.11.2014 09h09m
    Recomendar
    Por falta de espaço, programadoras realizam troca de canais; entenda
    Foto: Reprodução

    Devido à falta de espaço para estrear novos canais em operadoras de TV paga, as programadoras estão tendo que se virar como podem e realizando uma espécie de permuta, isto é: trocando um canal pelo outro no satélite. Com informações da coluna Outro Canal.

    Na próxima sexta-feira (14), será lançado o Paramount Channel, conforme já foi noticiado pelo NaTelinha. O canal vai exibir os filmes clássicos do estúdio, além dos lançamentos e blockbusters. Quem sairá de cena é o VH1.

    A programadora da Paramount Channel é a Viacom, a mesma que é responsável pela programação da Nickelodeon, MTV, Comedy Central, entre outros. Enquanto na Sky ele vai ao ar na próxima sexta, na Net a estreia acontecerá apenas no final do ano.

    Já o canal AMC não teve a mesma sorte. Previsto para começar suas operações no dia 27 do mês passado, acabou esbarrando em dificuldades para negociar sua entrada em pacotes das operadoras, o que vai atrasar até 2015 sua chegada por aqui.

    O AMC é conhecido por suas séries originais como as aclamadas “The Walking Dead”, “Mad Men” e “Breaking Bad”.

    Com informações do Na Telinha
     



  • WhatsApp passa a avisar se a mensagem foi lida


    05.11.2014 21h29m
    Recomendar

     O WhatsApp adicionou um recurso muito popular no Facebook: a partir de agora, dá para saber o horário em que a mensagem foi visualizada pelo contato. A atualização automática para Android, iOS e Windows Phone vem na forma de dois tiques azuis - inclusive para as conversas em grupo.

    Veja abaixo:

     Reprodução

    Até então, o aplicativo informava apenas que a mensagem havia chegado ao destinatário. Não custa lembrar: o primeiro tique cinza indica que o recado saiu do celular e o segundo confirma que ele foi devidamente entregue. Quando eles mudarem de cor, é sinal de que foram lidos.

    A novidade apareceu sem alarde e não foi divulgada oficialmente. Então, pode ser que você já tenha tido acesso a ela ou ainda não a tenha recebido. Quem não gostar do recurso terá de se conformar, pois, aparentemente, não há como desabilitá-lo.

    Com informações do Olhar Digital
     



  • Neila Medeiros apresentará "Notícias da Manhã" no lugar de César Filho


    05.11.2014 21h23m
    Recomendar
    Neila Medeiros apresentará
    Foto: Divulgação / SBT

    Depois de várias especulações, que envolviam profissionais até de fora do SBT, a emissora definiu quem deverá ser a titular do jornal "Notícias da Manhã" no lugar de César Filho, que está de mudança para a Record.

    A escolhida foi a jornalista Neila Medeiros, que até então apresentava a edição de sábado do "SBT Brasil", e antes havia ancorado o extinto "SBT Notícias". Ela já chegou a substituir César Filho durante algumas edições do "Notícias da Manhã".

    Neila disputava a vaga com Isabele Benito, do SBT Rio, que irá ficar na capital carioca, onde é vice-líder de audiência.

    Neila Medeiros acumula passagens pela TV Ponta Negra, afiliada do SBT no Rio Grande do Norte, onde foi revelada, e pelo SBT Brasília, onde apresentou o "SBT Brasília", se destacando positivamente com opiniões fortes e com sua classe ao apresentar.

    Aposta de Silvio Santos, foi chamada para trabalhar na cabeça de rede da emissora, em São Paulo, passando a substituir os apresentadores nos telejornais da casa, e também editando alguns boletins durante a programação da emissora. Como César deve ficar no jornal até sexta (07), a tendência é de que ela assuma já na próxima segunda (10) a atração, que vai ao ar das 6 às 9 da manhã.

    Nos ultimos tempos, o "Notícias da Manhã" tem fechado com médias entre 4 e 5 pontos de média, brigando fortemente pela vice-liderança com a Record, e em sua primeira hora, chegando a vencer a Globo.

    Com informações do Na Telinha
     



  • Ministério das Comunicações atualiza lista de sócios de diretores de rádios

    Planilha com quadro societário das emissoras de radiodifusão está disponível no site do MiniCom
    05.11.2014 21h21m
    Recomendar
    Ministério das Comunicações atualiza lista de sócios de diretores de rádios
    Foto: Reprodução

    A lista de sócios e diretores de todas as empresas de rádio e televisão do país foi atualizada esta semana no site do Ministério das Comunicações. A relação foi extraída do Sistema de Acompanhamento de Controle Societário (SIACCO), que é gerenciado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e também pode ser consultado via internet pelos interessados.

    A planilha no site do MiniCom possui a relação completa dos sócios e diretores das mais de 14 mil emissoras comerciais de rádios AM, FM, ondas curtas (OC) e ondas tropicais (OT), além de geradoras e retransmissoras de TV. A lista contém o tipo de serviço prestado, canal, município, nome comercial e de fantasia da emissora e também o quadro societário completo.

    O SIACCO, de onde a planilha foi extraída, é um sistema alimentado pelo Ministério das Comunicações e gerenciado, do ponto de vista de logística, pela Anatel. Nos últimos meses, a agência tem trabalhado na reformulação e modernização do sistema, para melhorar a consulta aos dados. Para facilitar a busca das informações sobre quadro societário, o MiniCom solicita periodicamente à Anatel que produza uma planilha e encaminhe à pasta, para disponibilização na internet.

    O Ministério das Comunicações iniciou em maio de 2011 a prática de disponibilizar em seu site uma planilha com os dados sobre quadro societário das emissoras de rádio e TV de todo o país. A composição acionária passou a ser divulgada para que tanto a sociedade como o setor produtivo possam acompanhar o quadro da radiodifusão no Brasil.

    Com informações do Ministério das Comunicações
     



  • Analice Salles, da Record Bahia, reforçará "Balanço Geral SP Manhã"


    05.11.2014 21h16m
    Recomendar
    Analice Salles, da Record Bahia, reforçará
    Foto: Divulgação / Record Bahia

    Apresentadora do "Cidade Alerta Bahia", da Record, a jornalista Analice Salles está indo passar uma temporada em São Paulo à trabalho. A loira irá reforçar a equipe do programa "Balanço Geral SP Manhã", que agora é apresentado por Fabíola Gadelha.

    No "Cidade Alerta", Marcelo Rezende as considera irmãs, devido à semelhança física e no modo de falar, além das duas serem pioneiras femininas na reportagem policial.

    Analice começará a trabalhar em São Paulo já a partir desta quinta (06) e a previsão é de que a jornalista passe um mês na capital paulista, voltando à apresentação do "Cidade Alerta Bahia" na primeira quinzena de dezembro. Porém, existe a possibilidade dela ficar permanentemente na sede da rede.

    Nesse período, o "Cidade Alerta Bahia" será comandado por Adelson Carvalho, que também seguirá apresentando o "Balanço Geral Tarde", até o jornalista José Eduardo assumir, em dezembro.

    Analice veio egressa da TV Aratu, afiliada do SBT, e apresentou por três anos o "Na Mira". Ela está na Record Bahia desde novembro de 2013, e já ancorou o "Verdade do Povo", além de estar no "Cidade Alerta Bahia" desde janeiro.

    Com informações do Na Telinha
     



  • Portadora “jovem” da Transamérica volta ao interior do Paraná através de Foz do Iguaçu


    05.11.2014 21h10m
    Recomendar
    Portadora “jovem” da Transamérica volta ao interior do Paraná através de Foz do Iguaçu
    Foto: Reprodução

    O dial FM da famosa “Tríplice Fronteira” terá mais uma novidade no próximo dia 10. A atual Transamérica Hits FM 104.9 encerrará suas atividades no mercado de Foz do Iguaçu para ceder espaços à outra portadora da marca paulista: a Transamérica Pop. A programação “jovem/pop” da Rede Transamérica vai retornar ao interior paranaense a partir da próxima segunda-feira, após cinco anos ausente (a última afiliação da portadora “Pop” no interior operava no norte do estado). A mudança de canal (comum na tríplice fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai) também vai diminuir interferências nos canais da Transamérica e da Jovem Pan FM 105.1 de Foz do Iguaçu. Acompanhe:

    A partir do dia 10 de novembro a cidade de Foz do Iguaçu voltará a acompanhar a programação “jovem/pop” da Rede Transamérica. A futura Transamérica FM 104.5 será inaugurada na próxima segunda-feira, substituindo a Transamérica Hits que hoje opera em 104.9 FM. A mudança de canal “descola” a sintonia da Transamérica em relação à Jovem Pan FM 105.1, rádio que também foca o público jovem/pop local e utiliza uma concessão originada em Foz do Iguaçu (controlada pelo Grupo RIC e que foi inaugurada em dezembro passado – saiba mais). A grade jovem da Transamérica já esteve em Foz durante a década de 90 através da Transamérica FM 97.7 (atual 97 FM 97.7).

    No Paraná a Transamérica Pop conta com a emissora própria Transamérica FM 100.3 de Curitiba e agora a afiliada em 104.5 FM de Foz do Iguaçu. No interior do estado a última passagem da portadora “Pop” ocorreu em Arapongas através da 95.1 FM (atual Nativa FM 95.1), afiliada que cobria as regiões de Londrina/Maringá e permaneceu na rede entre 1999 e 2009). Já a Transamérica Hits segue com as afiliadas paranaenses de Palotina (Transamérica Hits FM 99.3) e Paranavaí (Transamérica Hits FM 100.7). O Paraná também conta com a Transamérica Light FM 95.1 de Curitiba, emissora própria da marca e que é voltada ao segmento adulto-contemporâneo.

    A Transamérica Hits de Foz (futura Transamérica Pop) possuí uma intensa atividade local, além de programas esportivos e canais na internet.

    Fonte: Tudo Radio
     



  • Bahia no Ar leva Record Bahia à liderança de audiência


    05.11.2014 21h06m
    Recomendar
     Bahia no Ar leva Record Bahia à liderança de audiência
    Foto: Reprodução

    A Record Bahia, filial da emissora de Edir Macedo na estado, está comemorando os índices do seu jornal matinal diário, o "Bahia no Ar".

    Segundo dados consolidados divulgados pela assessoria de imprensa do canal, nos dias 23 e 24 de outubro o jornalistico apresentado por Jéssica Senra registrou 9 pontos de média com 11 de pico e participação de 28%.

    No mesmo horário, das 7h30 às 8h45, a TV Bahia/Globo teve 8 pontos com o "Bom Dia Brasil" e o início do "Mais Você", a TV Aratu/SBT alcançou 3 com o "Bom Dia Bahia" e "Notícias da Manhã", e a Band Bahia marcou 1 com o "Café com Jornal".

    O "Bahia no Ar" tem conseguido manter sua audiência intacta, sem muitos problemas, devido à fidelização de seu público e do respaldo do conteúdo do programa perante à sociedade baiana. Em uma pesquisa feita recentemente pela emissora, a apresentadora e o jornal foram considerados os que mais agradavam os telespectadores.

    Os números refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores em Salvador e Região Metropolitana.

    Com informações do Na Telinha



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia