PMFS Micareta
Facebook
Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • CBN apresenta nova identidade visual em Florianópolis

    Rádio adequa a marca CBN à Diário AM, que abriga a rede
    06.02.2014 23h46m
    Recomendar
    CBN apresenta nova identidade visual em Florianópolis
    Foto: Divulgação
    A rádio CBN Diário AM 740 de Florianópolis marca o início de 2014 com novo logotipo, adequado à Rede CBN. A reformulação da identidade visual passa pelo posicionamento da emissora, que se renova a cada dia e busca, por meio das tecnologias, proporcionar ainda mais interação com os ouvintes.
     
    Entre os objetivos propostos com a nova identidade está modernizar a assinatura da rádio, sem perder os aspectos mais marcantes da imagem que a emissora consolidou durante sua história. Atualmente, a CBN Diário atende os municípios da Grande Florianópolis e tem um alcance ilimitado online, por meio de seu conteúdo digital.
     
    O novo desenho da sigla "CBN" aprimora também a legibilidade da marca em reduções extremas e equilibra os espaços em branco na forma de cada letra. O novo logotipo facilita também o emprego de informações secundárias existentes.
     
    Com a programação voltada para notícias e serviços, a CBN Diário pode ser ouvida no site www.cbndiario.com.br. O público pode se conectar à emissora nas redes sociais, por meio da página no Facebook e do perfil no Twitter, além disso, a rádio pode ser ouvida por smartphones.
     
    Com informações do ClickRBS


  • SBT cancela “Chaves” e anuncia novo programa para o início da noite


    06.02.2014 23h38m
    Recomendar
    SBT cancela “Chaves” e anuncia novo programa para o início da noite
    Foto: Divulgação/ SBT
    SBT anuncia estreia de Caso Encerrado para aumentar audiência dos fins de tarde
    O SBT irá promover mais uma modificação em sua grade noturna. A mudança ocorrerá na problemática faixa das 18h30, onde a emissora já tentou emplacar diversas atrações, mas todas sem sucesso.
     
    Recentemente, o canal de Silvio Santos voltou a exibir o seriado mexicano “Chaves”, mas também não surtiu bons resultados. Agora o SBT apostará em um formato de programa americano.
     
    Produzido pela Telemundo, o “Caso Encerrado”, terá sua permanência decidida pelo público que irá votar através do site da emissora. O programa já deve estrear no próximo dia 17 de Fevereiro. Assista ao lado o vídeo
     
    Fonte: TV Foco 


  • Luiz Bacci vai assumir em breve o comando de jornalístico da Record


    05.02.2014 23h27m
    Recomendar
    Luiz Bacci vai assumir em breve o comando de jornalístico da Record
    Foto: Reprodução / Record
    Na semana passada, Geraldo Luís foi efetivado como apresentador oficial do “Domingo da Gente”, que será reformulado e ficará sob os cuidados do departamento de jornalismo da Record a partir de março, com exibições ao vivo.
     
    Por conta disso, o jornalista perdeu o comando do “Balanço Geral SP”, atração diária que em algumas edições incomoda o “Vídeo Show” da Globo. Em seu lugar, entra Luiz Bacci.

    O ‘menino de ouro’ atualmente cobre as férias de Marcelo Rezende no “Cidade Alerta” e deve assumir, em breve, o “Balanço”, como informa a coluna de Flávio Ricco. Entretanto, ainda não existe uma data oficial para tal.

    Com informações RD1


  • Domingo da Gente vai sair do ar

    Record vai apostar em novo formato
    05.02.2014 23h22m
    Recomendar
     Domingo da Gente vai sair do ar
    Foto: Reprodução / Record
    A Record, diferente do informado, não vai manter o programa “Domingo da Gente” no ar. Na verdade, o projeto, reformulado e agora tocado pelo jornalismo da Casa, não terá nada que lembre a versão atual.
     
    Por conta disso, o nome do semanal também será outro, ainda não revelado pela emissora, como noticia a coluna de Flávio Ricco. O comando, como antecipado pelo RD1, ficará a cargo do jornalista Geraldo Luís, que perdeu o comando do “Balanço Geral SP”.
     
     Com estreia prevista para o dia 2 de março, o dominical, novo concorrente do “Domingo Legal”, tem a dura missão de retomar a vice-liderança perdida para o SBT. O anão Marquinhos, parceiro de Geraldo Luís no “Balanço”, será mantido no time do apresentador nessa nova fase de sua carreira.

    Com informações do RD1


  • É o Tchan pede desculpas por Carnaval de 95 em anúncio


    05.02.2014 23h17m
    Recomendar
    É o Tchan pede desculpas por Carnaval de 95 em anúncio
    Foto: Reprodução
    Um novo anúncio do Sake Jun Daiti, da Diageo, possibilitou uma confissão inusitada. No filme da campanha, Compadre Washington e Beto Jamaica, do É o Tchan, admitiram envergonhados que causaram muito barulho e impediram as boas conversas no verão de 1995.

    A dupla satiriza as músicas barulhentas e mostra uma nova versão de seu antigo hit “Melô do Tchan”, que ganhou arranjos mais tranquilos, e um novo nome: “Melô do Tchan – De Boa Version” (ouça a nova versão aqui).

    “Por meio do humor, o filme mostra uma nova proposta de diversão para curtir o verão, que valoriza os momentos mais tranquilos e  as boas conversas. Compadre Washington e Beto Jamaica, conhecidos pelo agito do verão de 1995, dá um tom irreverente ao filme”, afirma Anne Hamon, diretora de marketing de White Spirits Diageo.

     Além do filme da campanha, produzido pela O2 Filmes e com criação da Santa Clara, também foi produzido um clipe com a nova versão completa da música.

    Confira o vídeo:



    Com informações do Adnews


  • Rede Mundial de Comunicação pode ter concessões canceladas


    05.02.2014 23h12m
    Recomendar
    Rede Mundial de Comunicação pode ter concessões canceladas
    Foto: Reprodução
    O Ministério Público Federal (MPF) emitiu na semana passada (23/01/2014) uma recomendação à Anatel e ao Ministério das Comunicações indicando o cancelamento das concessões da antiga Rede CBS, conhecida atualmente como Rede Mundial de Comunicação.
     
    A informação foi veiculada pelo site Meio&Mensagem e indica um prazo de 60 dias para que os órgãos competentes se manifestem em relação ao pedido. A Rede Mundial controla várias emissoras de rádio na Grande São Paulo e também em outras regiões brasileiras, com destaque para as estações Top do Brasil FM 104,1 MHz (ex-Tupi FM) e a Kiss FM 102,1 MHz..

    O documento estipula o prazo de 60 dias para a manifestação do Ministério das Comunicações e da Anatel, “sob pena de adoção das medidas judiciais cabíveis”. Segundo a entidade, as outorgas infringem limites previstos no Decreto-Lei 236/67. Rádios como Top do Brasil (emissora que recentemente perdeu seu nome fantasia na justiça), Kiss FM, Scalla FM, entre outras, são alvos dessa recomendação enviada pelo Ministério Público Federal. O grupo é controlado pelo empresário Paulo Masci de Abreu, proprietário do Hotel Saint Peter, em Brasília, onde o ex-ministro José Dirceu, condenado por mensalão, chegou a ser contratado como assistente administrativo.
     
     Fonte: Meio&Mensagem | Tudo Rádio


  • Repórter da Globo News erra o nome de bairro do Rio de Janeiro


    05.02.2014 23h09m
    Recomendar
     Repórter da Globo News erra o nome de bairro do Rio de Janeiro
    Foto: Reprodução
    Um repórter da Globo News desistiu de pronunciar o nome do bairro de Jacarepaguá durante uma transmissão do noticiário na última terça-feira (04).
     
    Ao vivo, o jornalista começou a ler as informações do próprio celular sobre a falta de energia no Rio de Janeiro e acabou se enrolando para dizer o nome de um dos locais da região.
     
    O mico ficou ainda pior porque o profissional tentou cinco vezes até sorrir e encerrar o link:



  • Bahia FM È Sucesso


    05.02.2014 23h06m
    Recomendar


  • Band anuncia novos nomes na equipe do “Band Folia”


    05.02.2014 22h59m
    Recomendar
    Band anuncia novos nomes na equipe do “Band Folia”
    Foto: Reprodução
    A equipe da cobertura do Carnaval da Band ganhou novos integrantes. Como o RD1 havia antecipado, Patrícia Maldonado, Betinho, André Vasco e Rita Batista ficaram responsáveis pelas transmissões de Salvador.
     
    Em Recife, Paloma Tocci, China e Téo José foram escalados, enquanto Mônica Apor ficou com a folia em São Paulo e no Rio de Janeiro.
     
    A novidade, segundo informa a coluna de Flávio Ricco, é que Gominho e Érico Aires também foram convocados para a cobertura em Salvador, enquanto Rodrigo Leitão e Fábio Lacerda completam o time no Recife.
     
    Com informações do RD1


  • Cidade FM retorna ao FM do Rio de Janeiro a partir de março

    Emissora retomará os trabalhos em 102.9 FM, interrompendo ausência que persiste desde 2006
    02.02.2014 21h47m
    Recomendar
    Cidade FM retorna ao FM do Rio de Janeiro a partir de março
    Foto: Reprodução
    Uma notícia importante para o mercado de rádio do Rio de Janeiro e do Brasil. A tradicional Cidade FM 102.9 está bem próxima de retornar ao dial FM carioca. A informação é oficial e a decisão de retorno ocorreu ontem (29 de janeiro), ação tomada pelo grupo que controla a emissora carioca e a JB FM 99.9. A expectativa de retorno é para o próximo mês de março, fato que interromperá um considerável período de ausência da marca Cidade FM na capital fluminense, rádio que deixou o dial FM do Rio de Janeiro em 2006, cedendo espaços para a também extinta Oi FM. O desejo de retorno da Cidade FM já foi manifestado pelo grupo no final de 2013. Acompanhe:

    Segundo informações apuradas pelo Tudo Rádio (o grupo ainda não se pronunciou publicamente sobre o retorno da Cidade FM) a emissora retornará ao dial executando o gênero musical “rock”, sendo a mesma linha artística deixada pela própria emissora em 2006 (quando carregava o nome “Cidade A Rádio Rock”, parceria com a 89 A Rádio Rock FM 89.1 de São Paulo). O novo projeto não tem ligação com a 89 de São Paulo, sendo gerida por Alexandre Hororuski (também responsável pela JB FM no Rio).

    Em novembro passado o Tudo Rádio noticiou que o grupo responsável pela 102.9 FM do Rio de Janeiro tinha o interesse de viabilizar o retorno da Cidade FM ao dial carioca. Na ocasião artistas e ouvintes realizam campanhas na internet para fortalecer a possibilidade de retomada da rádio, comoção semelhante ao caso da 89 A Rádio Rock em São Paulo, emissora que retomou as atividades no dial paulistano após grande movimentação popular a favor da volta da FM. A intenção do grupo carioca na época era retomar o trabalho da Cidade em moldes parecidos ao do projeto que trouxe a 89 de volta ao dial paulistano. Além dessa possibilidade o grupo também ouviu outras propostas de projetos para a 102.9 FM.

    A Cidade FM foi uma importante marca de rádio que operou no Rio de Janeiro, tendo grande destaque entre os anos 80 e primeira metade de 2000, chegando também a ser líder de uma extensa rede nacional. A rádio deixou o dial local em 2006 para a estréia da Oi FM em 102.9, sendo que a sua última passagem pelo dial a Cidade FM carregava o nome fantasia “Cidade A Rádio Rock”, alusiva a parceria que envolvia a FM carioca e a 89 A Rádio Rock de São Paulo (fato que não será retomado nessa nova fase da 102.9 FM). Com a saída do dial em 2006 a Cidade FM foi mantida na internet como “Cidade Web Rock”, com uma grade artística semelhante ao que era executado em 102.9 FM. Desde a saída da Jovem Pan FM do canal 102.9 FM (ocorrido em outubro passado) a 102.9 FM manteve uma grade de programação pop/jovem, informando apenas a sintonia da estação como nome fantasia.

    Retorno com saldo positivo em São Paulo

    O ressurgimento da 89 A Rádio Rock teve um saldo positivo para a emissora e para o mercado de rádio de São Paulo em 2013, situação que deve persistir ao longo de 2014. A linha artística “A Rádio Rock” que ficou ausente do dial FM paulistano de 2006 a 2012 obteve resultados expressivos de audiência durante o ano passado, assim como números positivos em seus projetos comerciais. Após 1 ano no ar a 89 A Rádio Rock está posicionada entre as dez FMs mais sintonizadas da Grande São Paulo (dados do Instituto Ibope), possuí lojas físicas de sua marca em shoppings paulistas, uma cerveja com o nome da FM, foi premiada pelo mercado no final de 2013, entre outras situações que a posicionaram como destaque.

    Essa movimentação positiva em torno da 89 amplia a expectativa para o retorno da Cidade FM ao dial do Rio de Janeiro.
     
    Fonte: Tudo Radio


  • Opinião por Cristiano Alves: O rádio esportivo que eu conheci

    Questões comerciais e econômicas “engessaram” o rádio esportivo
    02.02.2014 21h44m
    Recomendar
    Opinião por Cristiano Alves: O rádio esportivo que eu conheci
    Foto: Reprodução
    Quem tem mais de 30 anos e gosta do rádio esportivo, deve ter acompanhado a “época de ouro” , quando se tinha em Feira de Santana uma imprensa radiofônica atuante, quando as quatro emissoras AM – Cultura, Subaé, Carioca e Sociedade – acompanhavam a par e passo as coisa do esporte não só de Feira, mas da Bahia, do Brasil e do Mundo.
     
    Quem não se lembra de quantas coberturas internacionais de excursões da seleção brasileira? As Copas do Mundo? Campeonato Brasileiro? Quantas finais tiveram a presença de emissoras feirenses in loco? Foi-se o tempo em que se pensava prioritariamente no fazer e depois se pensava no retorno das ações.
     
    Era uma época, ou melhor, um tempo, onde havia “tempo para amar, tempo para o tempo e placar”, como dizia o “pajé” Zadi Marques Porto, nas suas memoráveis transmissões pela antiga Rádio Carioca; ao lado do saudoso Valter Sobral, intitulado “comentarista nobre”; do repórter noviço Wilson Passos; de Marcelo Cruz, outro repórter de saudosa memória; além do comentarista Raimundo Alves e do plantonista Floriano Dutra, estes últimos, não se sabe onde estão. Depois vieram profissionais como Jota Vieira, Evandro Matos, Luiz Gonzaga, Gil Batista e Plínio Pereira que também tiveram boas passagens pelo prefixo.
     
    Quem não se lembra da equipe da Rádio Cultura que tinha também profissionais como Paulo José, naquela época começando no rádio; Pedro Justino, Jota Freitas, Paulino Cerqueira, Marivaldo Bastos e Virgílio Porto, hoje no plano superior. Posteriormente vieram Miguel Messias, Emanoel Brito, Tony Carneiro e Hélio Rios se juntar a este timaço.
     
    Tinha também a equipe esportiva da Rádio Subaé com profissionais de peso como o “Highlander” Jorge Teles; o “injustiçado” Rogério Santana; Valdomiro Silva que na época era conhecido como “o comentarista mais jovem do Brasil”; o intrépido Aldo Matos, o catedrático Carlos Geilson e o comendador Dilton Coutinho, um dos melhores repórteres de pista que já vi atuar.
     
    Na Sociedade tinha o trio de ouro comandado por Itajay Pedra Branca na narração; os comentários do fantástico Dorival Oliveira e Carlos Lima nas reportagens. Logicamente a equipe contava com outros nomes de peso como Dílson Barbosa, Jair Cezarinho, Valter Vieira e Tanúrio Brito. Este foi o rádio esportivo que eu conheci.
     
    Depois vieram outros grandes profissionais como Ed Santos, Nivaldo Lancaster, Jorge Bianchi, Elsimar Pondé dentre outros que contribuiriam muito para que Feira sempre tivesse uma imprensa radiofônica esportiva forte. Porém, hoje a realidade é completamente diferente da época que comecei a ouvir rádio.
     
    Se hoje, a tecnologia é importante porque ajuda os radialistas a fazerem um trabalho de qualidade, por outro lado “poda” estes mesmos profissionais que não precisam mais viajar tanto como antes para se fazer futebol, que não precisam mais armar mesas e maletas, além de se puxar e esticar fios para se fazer transmissões, como antes ocorria. Os mais antigos podem ser considerados completos porque se por um lado viveram as agruras de um rádio incipiente em termos tecnológicos, por outro robusteceram seus conhecimentos ao conhecerem outras cidades, outros Estados e países. Esta realidade, dificilmente é vivenciada pelos novos que ficam “engessados” em virtude de questões comerciais e econômicas.
     
    Na atualidade é muito mais fácil ficar preso em um estúdio, preso a uma imagem de TV, tentando levar a emoção do futebol através do famoso “tubão” do que se gastar para mandar uma equipe aos grandes acontecimentos. O que acontece hoje em Feira não é diferente da realidade de outros lugares, mesmo porque fazer esporte é caro e ainda mais quando se tem um esporte em baixa, que não se vende. Esta é a visão dos donos das empresas de comunicação, que cada vez mais se acomodam. Preferem contabilizar seus lucros, oriundos muitas vezes de programas sem nenhuma qualidade, a investirem em seguimentos que podem chancelar seus veículos para uma vida inteira. São marcas que mesmo com toda a modernidade, o tempo jamais apagará.
     
    É por conta desta visão que hoje, Feira só conta com uma emissora – a Sociedade – fazendo esportes, graças à persistência do chefe do departamento esportivo Rogério Santana, que mesmo sem ter o Fluminense, considerado “carro-chefe” do esporte, segue acompanhando as nossas equipes – Bahia de Feira e Feirense – no Campeonato Baiano. Por mais que se relate as dificuldades, não é possível uma decadência tão flagrante como esta no rádio que um dia foi forte, que um dia foi considerado o “eldorado”, principalmente para os profissionais de cidades menores. Afinal, quantos não passaram por aqui e depois brilharam em outros lugares?
     
    O rádio esportivo que conheci transmitia o esporte amador, os campeonatos de bairros estavam junto do povo, em um lugar a cada semana, como ocorria até sete, oito anos atrás, quando o perseverante Leon Wanderley fazia este trabalho que também serviu como “trampolim” para projetar novos profissionais no mercado do rádio esportivo. Depois disso, nada mais foi feito, as coisas foram morrendo, morrendo até chegar ao estágio atual.
     
    Hoje, temos que “levantar as mãos para o céu” porque ainda temos uma emissora fazendo futebol, enquanto as outras por questões comerciais e (ou) pessoais preferem tocar música ou transmitir “futebol enlatado”. Do jeito que se caminha, logo, vai chegar uma época que vão acontecer os eventos esportivos e não haverá uma voz para se relatar pelas ondas do rádio o que está ocorrendo.
     
    O maior retorno que uma emissora de rádio pode ter é justamente pelos grandes acontecimentos que acompanha. Isso é que identifica de fato uma rádio e faz com que seja reconhecida e respeitada em todo o mundo. Porém atualmente o retorno que os empresários querem é mesmo o financeiro, pouco se importando com o que os ouvintes e muitos profissionais pensam e idealizam em temos de rádio esportivo. Este não é o rádio esportivo que conheci, mas infelizmente é o que eu e milhares de amantes do rádio estamos sendo forçados a conviver.
     


  • Vídeo: Confira a nova chamada do “The Noite” com Danilo Gentili no SBT


    02.02.2014 21h40m
    Recomendar
    Vídeo: Confira a nova chamada do “The Noite” com Danilo Gentili no SBT
    Foto: Reprodução / SBT
    Teaser de estreia do The Noite com Danilo Gentili no SBT
    Na tarde deste domingo (02), o SBT levou ao ar mais uma chamada do novo programa de Danilo Gentili na emissora, que tem previsão de estreia para o dia 10 de março.
     
    O “The Noite com Danilo Gentili” será exibido na faixa da meia-noite, e vem como a nova aposta da emissora de Silvio Santos para os fins de noite, tentando unir audiência e faturamento.
     
    A chamada do novo talk show, teve como música de fundo “Nós vamos invadir sua praia”, do grupo “Ultraje a Rigor”, e que pode ser a trilha da atração. Confira o video ao lado


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia