Facebook
Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Rádios AMs interessadas em migrar para o FM devem se atentar à documentação atualizada

    Ministério das Comunicações exigirá que tributos estejam em ordem
    01.02.2014 00h13m
    Recomendar
    Rádios AMs interessadas em migrar para o FM devem se atentar à documentação atualizada
    Foto: Reprodução
    Além da preocupação em apresentar o requerimento solicitando a migração para o dial FM, os responsáveis pelas rádios AMs interessadas na mudança deverão se atentar quanto à documentação exigida pelo Ministério. Apenas rádios que estiveram com os tributos em dia terão a oportunidade de adaptação da outorga.
     
    De acordo com o decreto que autoriza a transição (nº 8.139/13), assinado em 7 de novembro do ano passado, as emissoras que optarem pela migração devem apresentar requerimento ao órgão com os seguintes documentos:
     
    -  Comprovante de regularidade com a Fazenda Federal, Estadual e Municipal, e FISTEL;
    -  Comprovante de regularidade relativa à Seguridade Social e ao FGTS;
    - Certidão negativa de débitos trabalhistas, nos termos do Título VII-A da Consolidação das Leis do Trabalho.
     
    Desde a publicação do decreto no Diário Oficial da União, várias emissoras estão apresentando requerimentos para solicitar a adaptação do serviço ao ministério. No entanto, é possível que a regulamentação da mudança, a ser publicada nos próximos dias, traga novos requisitos, inclusive com exigência de modelo específico para o requerimento, o que poderá inviabilizar os pedidos já feitos.
     
    O presidente da Abert, Daniel Slaviero, esteve reunido na semana passada com o ministro interino das Comunicações, Genildo Lins, para cobrar agilidade na regulamentação. Segundo Lins, a portaria com as regras para a migração deve ser publicada ainda em fevereiro.
     
    Uma das hipóteses que estão sendo tratadas entre os especialistas é que o processo de migração ocorra por etapas, com as interessadas sendo convocadas a manifestar interesse segundo cronograma a ser estipulado, por região ou estado. Essas emissoras precisariam apresentar o requerimento (indicando ou não o canal de preferência), devendo juntar os documentos constantes do Decreto nº 8.139 apenas em uma etapa posterior, após a conclusão do estudo de viabilidade técnica feito pela Anatel. A apresentação dos requerimentos por localidade permitiria à Anatel verificar a necessidade de utilização ou não da faixa de frequência compreendida entre 76 e 88 MHz em cada uma delas.
     
    Fonte: Tudo Radio


  • Tiago Leifert fará transmissão do Carnaval do Rio


    01.02.2014 00h09m
    Recomendar
    Tiago Leifert fará transmissão do Carnaval do Rio
    Foto: Divulgação / Globo
    A Globo anunciou novas mudanças para a transmissão do Carnaval do Rio de Janeiro deste ano. Depois de informar que Fátima Bernardes substituirá a jornalista Glenda Kozlowiski na festa carioca, a emissora anunciou agora outra alteração: Tiago Leifert fará a cobertura do Carnaval, como repórter.
     
    Ele receberá e entrevistará famosos e personalidades no estúdio da Globo, juntamente com Fátima Bernardes. A apresentação ainda será da titular do “Encontro” com o narrador Luís Roberto.
     
    Além disso, quem sairá da transmissão do Carnaval é o locutor Cleber Machado. Ele não fará mais a transmissão da festa paulista, função esta que, neste ano, será feita por Chico Pinheiro e Monalisa Perrone.
     
    Vale lembrar que Monalisa substitui a jornalista Mariana Ferrão, apresentadora do “Bem Estar”, que está cumprindo licença-maternidade.
     
    Fonte: Na Telinha


  • Ex-Tupi FM de São Paulo passa por mais uma mudança em seu nome e adota “Top FM”

    Ex-Tupi FM de São Paulo passa por mais uma mudança em seu nome e adota “Top FM”
    01.02.2014 00h04m
    Recomendar
    Ex-Tupi FM de São Paulo passa por mais uma mudança em seu nome e adota “Top FM”
    Foto: Reprodução
    Mais uma mudança em São Paulo e na mesma rádio. A ex-Tupi FM e atual Top do Brasil FM 104.1 terá o seu nome fantasia alterado mais uma vez. A partir de hoje, 31 de janeiro, a rádio passa a ser chamada de Top FM 104.1, identidade que já foi utilizada por emissoras que compõe a sua rede. Já o nome “Top do Brasil” seguirá em execução até a troca da plástica da rádio, além da frase ser mantida como um dos “slogans” da FM (como já era característico na época de Tupi FM). A 104.1 FM deixou de ser chamada de Tupi FM em dezembro passado e, a partir dessa situação, vem adaptando o seu nome fantasia para minimizar o impacto dessa alteração perante a audiência da FM.

    A partir de hoje a emissora passa a ser identificada como Top FM 104.1 de São Paulo, porém muitos materiais sonoros da rádio continuam citando “Top do Brasil”. Esse nome fantasia (Top FM) já foi testado pela rede da FM durante os anos de 2011 e 2013, com passagens pelos mercados de Campinas (98.3 FM), Brasília (98.1 FM) e São José do Rio Preto (107.9 FM, estação que deixou a rede em 2012). Os locutores da 104.1 FM de São Paulo já identificam a emissora como “Top FM”, porém as frases “Top do Brasil” e “Você em primeiro lugar” são mantidas como slogans, assim como já era feito da época de Tupi FM. A intenção da rádio é minimizar os efeitos da mudança em relação à medição de audiência, emissora que registrou crescimento nos últimos dois resultados do Instituto Ibope.

    A saída do nome “Tupi FM” ocorreu no dia 19 de dezembro, logo após as 19h00 (horário local). Segundo informações apuradas pelo Tudo Rádio na ocasião, a 104.1 FM de São Paulo perdeu o direito de utilizar o nome que é de propriedade dos Diários Associados, grupo que mantém no ar a Super Rádio Tupi FM 96.5 AM 1280 do Rio de Janeiro. A mudança de nome também atingiu a Super Rádio Tupi AM 1150 de São Paulo, do mesmo grupo da Tupi FM 104.1. A decisão cabe recurso.

    A Top FM 104.1 é líder de uma rede que conta também com as seguintes emissoras: Top FM 98.3 de Campinas, Top FM 98.1 de Brasília, Top FM 100.5 de Sorocaba, Top FM 101.3 de Bauru e Top FM 89.3 de Bertioga (Baixada Santista). Também há uma repetição no litoral paulista a partir de Mongaguá, através da 90.1 FM.

    A emissora também está em pauta devido a uma recomendação do Ministério Publico Federal enviada para a Anatel e ao Ministério das Comunicações referente às concessões operadas pela ex-Rede CBS (atual Rede Mundial de Comunicação). Clique aqui e saiba mais.
     
    Fonte: Tudo Radio


Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia