PMFS Natal 2
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Facebook vai esconder posts que pedem curtidas e compartilhamentos


    12.04.2014 09h15m
    Recomendar
    Facebook vai esconder posts que pedem curtidas e compartilhamentos
    Foto: Reprodução
    O Facebook anunciou algumas novidades importantes no algoritmo que determina o que aparece no feed de notícias dos usuários. A rede social passará a punir páginas que usarem “iscas de curtidas” com redução de alcance, entre outras novas restrições.
     
    Faz tempo que os posts de “curte/compartilha” são sucesso no Facebook e isso não é exclusividade do Brasil. Agora a empresa tenta começar a caçar páginas que abusam deste tipo de post, que acabam chegando a muitos usuários apostando neste tipo de publicação desonesta.
     
    Ao pedir para o usuário curtir, comentar ou compartilhar, o post acaba tendo um engajamento forçado, mas com números altíssimos. Assim, estes posts acabam ganhando muito destaque no feed, roubando lugar de um conteúdo realmente relevante postado por amigos ou páginas. Segundo o Facebook, este tipo de post é 15% menos relevante do que outras histórias com engajamento semelhante.

     
    Além disso, o Facebook também punirá páginas por “conteúdo circulado frequentemente”. Não fica muito claro o que a empresa entende por isso, mas provavelmente páginas que abusarem dos “reposts” deverão ser atingidas.
     
    A última alteração no algoritmo tenta vetar os links de spam, que usam formatação enganosa para induzir os usuários da rede ao clique. Por exemplo, posts que prometam um link para um álbum de fotos, mas tenham apenas um site cheio de publicidade serão punidos.
     
    O Facebook diz que a maioria das páginas não são adeptas destas práticas, e que quem se comporta corretamente não será afetado. Na verdade, talvez haja um aumento no alcance de seus posts, já que conteúdos menos importantes serão escondidos.
     
    Com informações do Olhar Digital


  • De acordo com MiniCom, 80% das emissoras AM solicitaram mudança para a faixa FM

    Restante dos radiodifusores podem fazer pedido de migração até novembro
    12.04.2014 09h12m
    Recomendar
    De acordo com MiniCom, 80% das emissoras AM solicitaram mudança para a faixa FM
    Foto: Reprodução
    O Ministério das Comunicações divulgou que cerca de 80% das rádios AM de todas as regiões do país solicitaram ao Ministério das Comunicações autorização para migrar para a faixa de FM. O MiniCom recebeu um total de 1.386 pedidos de migração, em um universo que engloba 1.781 emissoras em todo o Brasil. Os dados fazem parte do balanço das sessões públicas realizadas em todas as capitais desde o dia 24 de março.
     
    A adesão à proposta do Ministério das Comunicações foi alta na maioria dos Estados. No Pará e no Amapá, todas as rádios que operam em ondas médias apresentaram requerimentos. São Paulo, o Estado com mais emissoras AM (274, no total), registrou 237 pedidos. Mato Grosso do Sul, com 55 estações, teve 51 pedidos.
     
    Das 108 emissoras AM de Santa Catarina, 100 delas pediram a migração. No Paraná, onde existem 180 rádios AM, o número de pedidos chegou a 162. Os requerimentos atingem mais de 80% no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraíba, Alagoas, Pernambuco, Acre, Roraima, Tocantins, Goiás e Mato Grosso. Os radiodifusores que solicitaram a migração receberão um número de protocolo, para acompanhar a tramitação dos seus pedidos.
     
    A partir de agora, a Anatel realizará estudos de viabilidade técnica em cada unidade da federação para determinar se há espaço para a migração de todas as emissoras interessadas em cada município. Nos casos em que não haja espaço no espectro, a agência deverá analisar a necessidade de uso da faixa estendida de FM (de 76 MHz a 88 MHz), que deve ser liberada com a digitalização da TV.
     
    Os canais 5 e 6, que hoje são ocupados por canais analógicos de TV, serão desocupados e destinados à FM. Hoje, as FMs são sintonizadas na faixa de FM 87.9 a FM 107.9. Com a liberação dos canais, essa frequência será estendida de FM 76 a FM 107.9.
     
    As entidades que não participaram das sessões públicas ainda podem enviar os requerimentos para o MiniCom até o dia 10 de novembro. Mas, nesse caso, o pedido só vai ser analisado depois que a Anatel concluir os estudos de viabilidade técnica naquele Estado.
     
    A migração das rádios AM para a faixa de FM foi autorizada no fim do ano passado pelo decreto 8.139. O objetivo da medida, que atende a uma antiga demanda de radiodifusores, é permitir a continuidade da operação dessas emissoras na nova faixa, já que o sinal das estações AM vem caindo em qualidade devido ao crescimento das cidades, além de não ser acessível em dispositivos como celulares e tablets ou mesmo em aparelhos de recepção mais modernos.
     
    O Ministério das Comunicações ainda está tabulando as emissoras que fizeram o pedido e deve divulgar uma lista em breve.
     
    Com informações do Ministério das Comunicações


  • Record escala equipe de cobertura da Copa do Mundo


    12.04.2014 09h06m
    Recomendar
    Record escala equipe de cobertura da Copa do Mundo
    Foto: Reprodução / Record
    Mesmo não possuindo os direitos de transmissão dos jogos da Copa do Mundo 2014, a Record não pretende ignorar o maior evento futebolístico do mundo.
     
    A principal estratégia da emissora é ‘redirecionar’ sua cobertura, concentrando suas atenções no acompanhamento do dia-a-dia da seleção brasileira e em entrevistas exclusivas com os jogadores, tarefas para as quais não há proibição.
     
    Segundo o colunista Flávio Ricco, o canal já credenciou doze profissionais — dentre eles, três repórteres: Roberto Tomé, Rodrigo Viana e Bruno Piccinato — para cumprir a missão e seguir todos os passos da seleção ao longo do mundial, durante o qual a Record produzirá edições especiais do “Esporte Fantástico”, único programa esportivo de sua grade.
     
    Com informações do RD1


  • Campanha publicitária Rádio Globo 2014


    12.04.2014 09h02m
    Recomendar


  • Câmera da Panasonic que grava em 4K custa R$ 130 mil


    12.04.2014 08h58m
    Recomendar
    Câmera da Panasonic que grava em 4K custa R$ 130 mil
    Foto: Divulgação / Panasonic
    A Panasonic revela hoje a VariCam 35, sua primeira câmera profissional que grava em 4K - resolução quatro vezes superior ao FullHD (4096x2160p). O equipamento foi mostrado na feira de eletrônicos NAB, nos Estados Unidos, e deve chegar ao Brasil até dezembro - ainda sem preço definido. No mercado americano, a filmadora custa US$ 60 mil, cerca de R$ 130 mil.
     
    Além do 4K, a câmera é capaz de gravar em outros formatos, incluindo Ultra HD, Full HD e High Definition.  A VariCam 35 oferece recurso para gerenciamento de cores e visor eletrônico OLED com funcionalidade de zoom óptico.
     
    O áudio LPCM de 24 bits está incluído para gravação embutida na câmera. Quatro slots para cartões de memória estarão disponíveis: dois para expressP2 - que permitem gravação de até 130 minutos de conteúdo 4K/24p - e dois microP2 para HD ou 2K, com taxas de produção de quadros mais típicas.
     
    Com informações do Olhar Digital Via: Panasonic


  • Fátima Bernardes faz acordo milionário para anúncios de banco no “Encontro”


    12.04.2014 08h54m
    Recomendar
    Fátima Bernardes faz acordo milionário para anúncios de banco no “Encontro”
    Foto: Reprodução
    Desde o final do ano passado, Fátima Bernardes está promovendo dentro do “Encontro” pequenos debates que na verdade são ações de merchandising de um banco. A publicidade, no entanto, não é disfarçada, já que dentro do quadro “Dinheiro na Sua Casa” o nome da instituição bancária é citado.
     
    A jornalista recebe a consultora Denise Hills, que tira dúvidas sobre finanças. Fátima, inclusive, instrui o telespectador a acessar o site do banco para mais informações.
      
    Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, o acordo com a Globo para a ação é milionário: são R$ 8 milhões para cada cinco minutos de conversa, de um total de 16 participações acertadas no matinal.
     
    Desse montante, Fátima Bernardes recebe aproximadamente 20%, o que equivale a cerca de R$ 1,6 milhão.
     
    Veja o primeiro comercial gravado pela Fátima Bernardes


    Com informações do RD1


  • Transamérica Hits prepara estréias em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul

    A partir da próxima semana a rede popular da marca contará com mais duas afiliadas
    12.04.2014 08h48m
    Recomendar
    Transamérica Hits prepara estréias em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul
    Foto: Reprodução
    A Rede Transamérica Hits, projeto de rádio popular/eclética liderado pela Rede Transamérica de Comunicação, passará a contar com mais duas afiliadas a partir da semana que vem. A cidade mineira de Itapagipe e a gaúcha de São Domingos do Sul sediarão afiliadas da Transamérica Hits nos próximos dias. Nos dois casos são inaugurações em regiões inéditas para a operação da rede paulista, ampliando a presença da Transamérica no interior do país. No caso da afiliada mineira a rádio também cobrirá cidades do norte de São Paulo e a FM “encontrará” pela região o sinal de outras afiliadas da marca Transamérica. Acompanhe:
      
    Itapagipe é uma cidade localizada na região conhecida como Triângulo Mineiro, próxima às cidades de Frutal e Iturama. Com um pouco mais de 15 mil habitantes o município também está bem próximo de cidades do interior de São Paulo, já que Itapagipe está localizada na divisa estadual. A Transamérica Hits vai operar em 90.3 FM, sendo uma concessão inédita na região mineira e de baixa potência (classe C – clique aqui e saiba mais sobre essa classificação). Nas proximidades a marca Transamérica conta com os trabalhos das rádios Transamérica Hits FM 100.1 de Barretos (São Paulo) e também com a Transamérica FM 93.3 de Uberaba (essa afiliada à portadora jovem/pop da rede). A futura Transamérica Hits FM 90.3 deverá alcançar também as cidades paulistas de Paulo de Faria, Riolândia, Icém, entre outras.
     
     
    A outra nova afiliada da Transamérica Hits fica no interior do Rio Grande do Sul e vai operar em 88.7 FM. A cidade gaúcha de São Domingos do Sul será a sede da emissora, município que conta com aproximadamente 3 mil habitantes e está localizada entre as cidades de Caxias do Sul e Passo Fundo (na região serrana do estado). Apesar da cidade-sede da nova afiliada ser pequena, essa área do Rio Grande do Sul está entre as regiões que mais abrigam municípios no interior do país, com várias cidades presentes nos arredores. Marau é uma das praças vizinhas e é sede de uma emissora da Maisnova FM (94.7 FM), rede gaúcha de programação eclética que poderá ser uma espécie de concorrente para a Transamérica na região. Nova Prata e Guaporé são outras cidades dessa parte do estado gaúcho. 
     
    Com uma forte atuação no interior do país, a Transamérica Hits está entre as maiores cadeias de rádio em FM da América Latina. Em Minas Gerais a Transamérica Hits FM 90.3 de Itapagipe será a décima emissora mineira a integrar a rede popular da marca, projeto que recentemente inaugurou a Transamérica Hits FM 107.1 de Taiobeiras (próximo a Salinas) e conta com a Transamérica Hits FM 88.7 de Belo Horizonte. Já no Rio Grande do Sul a rede terá em São Domingos do Sul a sua segunda afiliada em operação no estado, marca que já conta com a Transamérica Hits FM 103.3 de Rosário do Sul. No estado de São Paulo são dez afiliadas ligadas à Transamérica Hits, sendo a última inauguração ocorrida recentemente através da Transamérica Hits FM 105.3 de Estrela D'Oeste, próxima a Jales e Santa Fé do Sul.
     
    Com informações do Tudo Radio


  • Rio Grande do Sul lidera a lista por flexibilização da Voz do Brasil


    07.04.2014 23h57m
    Recomendar
    Rio Grande do Sul lidera a lista por flexibilização da Voz do Brasil
    Foto: Reprodução
    A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) divulgou um levantamento prévio que mostra que o Rio Grande do Sul é o estado com mais assinaturas no abaixo-assinado realizado pela entidade em prol da flexibilização da Voz do Brasil. A campanha, que também está sendo apoiada pela Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), termina no dia 12 de junho, véspera da Copa do Mundo.
     
    Segundo os dados, das 5 mil assinaturas, 45% são originárias do Rio Grande do Sul. Para Roberto Cervo Melão, presidente da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), os gaúchos compreendem a importância do projeto e não desejam que acabe após o Mundial. “Os gaúchos entenderam a importância da flexibilização do programa A Voz do Brasil. Essa decisão não deve ocorrer só durante a Copa do Mundo, mas esse importante horário das 19h deve ser devolvido às emissoras de rádio para que possam trazer informações de serviço para os seus ouvintes”, diz.
     
    Na sequência, aparecem São Paulo (18%), Santa Catariana (15%), Minas Gerais (5,5%) e Paraná (5%). A campanha da Abert intitulada ‘A voz que queremos ouvir’ pretende mobilizar a sociedade através do abaixo-assinado eletrônico, disponível no site da campanha. A partir do Projeto de Lei 595/2003, da deputada Perpétua Almeida (PC do B-AC), a ‘Voz do Brasil’ poderia ser iniciada entre as 19h e as 22h, possibilitando às rádios a transmissão dos jogos da Copa do Mundo que começam no horário atual do programa. A proposta aguarda votação no plenário da Câmara dos Deputados e, caso aprovada, depende apenas de sanção presidencial.
     
    A Abert disponibilizou um abaixo-assinado para que o projeto seja votado. Para participar, basta acessar o site www.avozqueeuqueroouvir.com.br/ e seguir as instruções.
     
    Com informações do Tudo Radio


  • Veja a evolução das logomarcas da Rede Globo:


    07.04.2014 23h47m
    Recomendar
     


  • Assinantes poderão cancelar automaticamente serviços de TV paga


    07.04.2014 23h42m
    Recomendar
     Assinantes poderão cancelar automaticamente serviços de TV paga
    Foto: Reprodução
    Há um mês, o RD1 noticiou uma nova Lei que poderá evitar os transtornos de quem deseja resolver seus problemas com canais por assinatura via telefone: o cliente terá um tempo específico para ser atendido.
     
    Agora, outra reclamação freqüente poderá evitar um problema ainda pior: a longa espera para poder cancelar a assinatura. Algumas operadoras chegam a deixar os assinantes por mais de 1h do outro lado da linha quando escolhem essa opção.
     
    Segundo o jornal “Folha de S. Paulo”, o projeto de lei 5207/13, em análise pela Câmara dos Deputados, propõe o direito de o cliente poder suspender automaticamente o serviço através do telefone ou internet.
     
    A novidade vem de encontro com o fato de as operadoras de TV por assinatura terem liderado o ranking das empresas com mais reclamações no estado de São Paulo, segundo dados divulgados no mês passado pela Fundação Procon.
     
    Com informações do RD1


  • Jornalista que critica governo do PT é afastado de jornal do SBT no Paraná


    07.04.2014 23h29m
    Recomendar
     Jornalista que critica governo do PT é afastado de jornal do SBT no Paraná
    Foto: Reprodução
    A despedida de Paulo Eduardo Martins e Ogier Buchi, como comentáristas, do Jornal da Massa
    O jornalista Paulo Eduardo Martins, comentarista da Rede Massa, afiliada do SBT no Paraná, participou nesta sexta (28) pela última vez do "Jornal da Massa", apresentado às 7 da manhã.
     
    Em sua conta no Facebook, ele anunciou sua saída do matutino: "Amigos, hoje (28) fiz minha última participação no Jornal da Massa. Por uma decisão legítima da direção da Rede Massa, o telejornal não mais contará com comentaristas. Agradeço aos que acompanharam e compartilharam o programa, aos colegas de bancada Denian Couto, Ogier Buchi, Ruth Bolognese e também a todos da emissora por terem sustentado o formato que nos proporcionou fazer o debate e enfrentar as amarras culturais que envolvem a imprensa brasileira. Sigo como colunista do telejornal SBT Paraná. A vida segue".
     
    No estado, a informação é de que ele teria sido afastado do noticiário por pressão do governo federal, que ameaçou retirar os patrocínios de estatais do programa. Paulo Eduardo é um crítico ferrenho do governo do PT, que ele chama de "comunista" e "ditatorial".
     
    O NaTelinha, através do repórter Sandro Nascimento, entrou em contato com Paulo, que negou a versão que está correndo nas redes sociais.
     
    Porém, ele disse que não está contente com fato e confessa que fazia algo diferente na TV brasileira, mas reafirma que sempre teve liberdade total nos comentários: "Sim, de fato eu e o outro comentarista, Ogier Buchi, fomos afastados do jornal. A empresa decidiu apostar em um formato mais convencional, apenas com notícias, apesar do programa ocupar o segundo lugar na audiência. Não posso dizer que estou contente, mas entendo como uma decisão legítima por parte da empresa. Ela têm liberdade para apostar nesse ou naquele formato. Sempre fui um crítico severo do governo do PT, mas não posso atribuir a mudança a uma intervenção do governo. Não tenho informação de nenhum movimento nesse sentido. Seria leviano da minha parte afirmar algo assim. Os recados chegam sempre de um ou de outro. É preciso reconhecer que o que vinha sendo feito não era lá muito comum no jornalismo televisivo. Lamento muito a mudança, pois o 'JM' nos proporcionou tratar de temas que a imprensa não tem interesse em tratar, como o Foro de São Paulo e o projeto totalitário do PT. E sim, sempre tive muita liberdade".
     
    Por fim, Paulo Eduardo Martins declara que não foi demitido do canal, já que ele continua com uma coluna no noturno "SBT Paraná": "Eu continuo com a coluna no SBT PR, que é o telejornal noturno da emissora. Não fui demitido. Fui afastado do JM, que é o telejornal matutino. Ficou claro que um comentarista deve estar intelectualmente e emocionalmente preparado para realmente dizer e sustentar o que pensa, sem se assustar com bandos organizados e barulhentos que não compreendem a liberdade de expressão e ainda, que é preciso ter coragem e entender que a realidade dói e que a dor sempre causa reação".
     
    Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de imprensa da Rede Massa não retornou os contatos até o fechamento desta matéria.
     
    A emissora, vale lembrar, pertence ao apresentador Ratinho, que a comprou em 2008. E é vice-líder isolada de audiência em todo o estado.
     
    Fonte: Na Telinha


  • Pipa Comunicação comemora 5 anos de sucesso


    07.04.2014 23h20m
    Recomendar
    Pipa Comunicação comemora 5 anos de sucesso
    Foto: Reprodução
    Criada exatamente no dia 7 de abril de 2009, a Pipa Comunicação Integrada vem se consolidando a cada dia por pensar em comunicação de modo estratégico e personalizado, desenvolvendo e posicionando a imagem dos seus parceiros.

    Comemorando 5 anos nessa segunda, a empresa celebra também o sucesso e as parcerias consolidadas nas áreas de Publicidade, Assessoria de Imprensa, Mídias Sociais e, mais recentemente, ampliando sua área de atuação no setor de produção de eventos. Aliado ao crescimento institucional, a Pipa Comunicação Integrada conseguiu reconhecimento de mercado também pela criatividade.

    Por dois anos seguidos (2011 e 2012), a agência foi agraciada no Prêmio Central do Outdoor, seccional Bahia, nas categorias “Profissional” e “Profissional Livre”, respectivamente. Na assessoria de imprensa, a agência representa hoje alguns artistas, como Tuca Fernandes, Ju Moraes e Cheiro de Amor; e também instituições como a Alpha Fitness, o Botequim São Jorge e o curso técnico CETTPS, de Camaçari.


  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia