PMFS Natal 2
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Orkut será encerrado em 30 de setembro


    30.06.2014 10h59m
    Recomendar
    Orkut será encerrado em 30 de setembro
    Foto: Reprodução

    É oficial: o Orkut será desativado ainda neste ano. Ao meio-dia de hoje, o Google atualizará a Central de Ajuda para informar os usuários sobre a novidade.

    De fato, como noticiado mais cedo, não é mais possível abrir contas no serviço, mas a data para o fim do Orkut não é 31 de dezembro, como foi noticiado. Em carta obtida em primeira mão pelo Olhar Digital, Paulo Golgher, diretor de Engenharia do Google, explica que a desativação ocorrerá em 30 de setembro.

    A empresa pede desculpas aos usuários pela atitude, mas afirma que ela é necessária porque o Orkut deixou de ser relevante, graças ao surgimento de plataformas melhores.

    “Ao longo da última década, YouTube, Blogger e Google+ decolaram, com comunidades surgindo em todos os cantos do mundo”, comenta Golgher. “O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut. Por isso, decidimos dizer adeus ao Orkut e concentrar nossas energias e recursos para tornar essas outras plataformas sociais ainda mais incríveis para todos os usuários. ”

    Confira abaixo o texto, intitulado “Adeus ao Orkut”:

    Dez anos atrás, o Google mergulhou pela primeira vez nas redes sociais por meio do Orkut, que nasceu como projeto experimental de um engenheiro que deu nome à rede. As comunidades do Orkut deram forma a conversas e conexões que até então não existiam, antes mesmo que as pessoas soubessem o que eram "redes sociais".

    Ao longo da última década, YouTube, Blogger e Google+ decolaram, com comunidades surgindo em todos os cantos do mundo. O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut. Por isso, decidimos dizer adeus ao Orkut e concentrar nossas energias e recursos para tornar essas outras plataformas sociais ainda mais incríveis para todos os usuários.

    O Orkut será descontinuado no dia 30 de setembro de 2014. Até lá, não haverá impacto para os atuais usuários, para que a comunidade tenha tempo de lidar com a transição. Usuários podem exportar as informações do seu perfil, mensagens de comunidades e fotos usando o Google Takeout (disponível até setembro de 2016). A partir de hoje, novos usuários não podem criar novas contas no Orkut.

    O Orkut pode estar indo embora, mas todas as incríveis comunidades criadas pelos usuários vão ficar. Um arquivo com todas as comunidades públicas ficará disponível online a partir de 30 de setembro de 2014. Se você não quiser que seu nome ou posts sejam incluídos no arquivo de comunidades, você pode remover o Orkut permanentemente da sua conta Google.

    Foram 10 anos inesquecíveis. Pedimos desculpas para aqueles que ainda utilizam o Orkut regularmente. Esperamos que vocês encontrem outras comunidades online para alimentar novas conversas e construir ainda mais conexões, na próxima década e muito além.

    Fonte: Olhar Digital



  • Propaganda partidária paga será proibida a partir do dia 1º de julho no rádio e TV

    Sanções pelo descumprimento devem chegar a R$ 210 mil reais
    30.06.2014 10h57m
    Recomendar
    Propaganda partidária paga será proibida a partir do dia 1º de julho no rádio e TV
    Foto: Ilustração

    As propagandas pagas partidárias acerca de candidatos, pré-candidatos, partidos e coligações estarão proibidas a partir do dia 1º de julho no rádio e na televisão. As peças publicitárias que foram enviadas às emissoras deverão ser ignoradas. As emissoras devem estar atentas, uma vez que as sanções e multas são pesadas e onerosas, podendo ir de R$ 105.000,00 a primeira vez, e se for reincidente pode chegar a R$ 210.000,00.

    Neste período é comum partidos e coligações encaminharem para as emissoras de rádio e TV spots e VTs com ações de seus candidatos ou convidando a população para eventos públicos, inaugurações e comícios. A Justiça Eleitoral alerta que é importante as emissoras estarem atentas aos prazos impostos pelo TSE para esse tipo de propaganda.

    A partir do dia 1º de julho, por exemplo, não será mais permitida veiculação de propaganda partidária paga no rádio e na TV, de acordo com a Lei nº 9.504/97, art. 36, § 2º. Além disso, após as convenções dos partidos, os candidatos deverão deixar de apresentar programas no rádio ou na TV.

    A origem da proibição é no sentido de preservar a igualdade de condições entre todos os candidatos em disputa, vez que aqueles em constante exibição nos meios de comunicação de massa poderiam, por este motivo, ser beneficiados com o destaque. O presidente da Comissão de Direito Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Paulo, Alberto Rollo, explicou que a iniciativa serve para deixar os candidatos em posições igualitárias.


    Com informações do Tudo Radio
     



  • Curiosidade: “Dobradinha” em São Paulo veio após seis anos da “retomada popular” da Band FM

    Em junho a Band FM chegou a marca de seis anos após a última grande reformulação artística de seu projeto
    30.06.2014 10h53m
    Recomendar
    Curiosidade: “Dobradinha” em São Paulo veio após seis anos da “retomada popular” da Band FM
    Foto: Divulgação / assessoria

    Nas últimas três semanas o mercado de rádio de São Paulo acompanhou alguns destaques relacionados à “dobradinha” alcançada pelas rádios populares do Grupo Bandeirantes de Comunicação na medição da audiência comercial (Instituto Ibope, 06h-19h, segunda à sexta-feira, março a maio/2014). Esse importante resultado foi alcançado pelas rádios Nativa FM 95.3 e Band FM 96.1 foi apontado na pesquisa divulgada no início de junho, mês que também marca o “aniversário” de seis anos do atual projeto artístico da nova vice-líder no ranking comercial. Em 2008 a Band FM de São Paulo foi reposicionada como emissora popular/eclética, após uma breve passagem pelo chamado “segmento jovem/pop” ou “top 40”. Acompanhe:

    Desde junho de 2008 a Band FM vem executando uma linha de programação mais eclética, sendo identificada como rádio “popular” pelo mercado radiofônico. Ao longo desses seis anos foram realizadas vários investimentos e modificações pontuais em seu perfil, trajetória que possibilitaram que a 96.1 FM alcançasse a posição que ocupa hoje no mercado da capital paulista (vice-líder no ranking comercial de audiência e liderança no alcance máximo – saiba mais). No segundo ano dessa “retomada popular” a Band FM já figurava entre as FMs mais sintonizadas da Grande São Paulo, segundo pesquisas realizadas pelo Instituto Ibope. Essa trajetória também envolveu uma reformulação em seu logotipo, ocorrida no final de 2012.

    O resultado atual é expressivo e coloca a Band FM na disputa direta pela primeira colocação geral da audiência de São Paulo e região metropolitana, situação defendida pela sua “irmã de grupo”, a Nativa FM. Porém o crescimento da Band FM não foi isolado: a própria Nativa FM também apresentou investimentos em seu projeto, movimentação que posicionou a 95.3 FM na liderança geral de filtros importantes da pesquisa realizada pelo Instituto Ibope (destaque alcançado no início desse ano). Também nesse período o mercado de São Paulo tem como destaque na briga por posições a trajetória da Transcontinental FM 104.7 de Mogi das Cruzes, rádio que chegou a ser dona da primeira colocação entre 2012 e 2014.

    Esse desempenho da Band FM em São Paulo também favoreceu a sua rede nacional. O crescimento visto na matriz também foi identificado nos trabalhos de várias afiliadas da Band FM em diferentes regiões do país. Alguns dos destaques mais recentes foram vistos nas medições de audiência de Campinas e Sorocaba, com a Band FM entre as primeiras colocadas em períodos importantes de pesquisas realizadas pelo Instituto Ibope. O resultado positivo em São Paulo também promoveu a expansão da rede: o Grupo Bandeirantes implantou rádios como Band FM 106.7 de Campinas e Band FM 96.7 de Ribeirão Preto (inaugurações ocorridas no primeiro semestre de 2013) e as estreias de várias afiliadas na rede entre 2011 e 2013.

    Band FM antes da “retomada”

    Em 2007 a Band FM passou por um processo de mudança de gênero feito em várias etapas, planejamento adotado apenas pela 96.1 FM de São Paulo. A rede nacional da Band FM foi blindada dessa tentativa de posicionar a emissora no mercado de rádio jovem, mantendo as afiliadas no chamado “segmento popular/eclético”. Já a FM de São Paulo se “aventurou” no segmento jovem paulistano, porém a mudança no perfil da rádio a colocou atrás de suas novas concorrentes, rádios como Mix FM 106.3, 89 FM 89.1 (hoje também atua com outro perfil), Jovem Pan FM 100.9, Metropolitana FM 98.5 e Transamérica FM 100.1.

    A forte concorrência no segmento jovem/pop de São Paulo fez com que a Band FM enfrentasse mais um processo de reposicionamento da estação no mercado paulistano, fato ocorrido em junho de 2008. Na ocasião a 96.1 FM não teve uma mudança gradual de “jovem” para “popular” como a ocorrida em 2007 quando fez o processo inverso. A mudança foi imediata e emergencial, na tentativa de resgatar parte da audiência que posicionava a rádio nas primeiras colocações em medições do Instituto Ibope feitas antes de 2007.

    Hoje a situação é diferente: o desempenho da Band FM (e também da Nativa FM) é alvo de campanhas institucionais do Grupo Bandeirantes (clique aqui e saiba mais).

    Fonte: Tudo Radio



  • De manhã, rádio tem o dobro da audiência da TV aberta em SP


    10.06.2014 21h06m
    Recomendar
    De manhã, rádio tem o dobro da audiência da TV aberta em SP
    Foto: Divulgação / Jovem Pan

    Na era do smartphone, o rádio já era, certo? Erradíssimo. Uma pesquisa inédita mostra que o rádio tem o dobro da audiência da TV aberta das 6h ao meio-dia, na média de todos os dias da semana. Nessa faixa horário, o rádio tem 1,815 milhão de ouvintes por minuto na Grande São Paulo, enquanto a soma de Globo, SBT, Record e até a TV Canção Nova resulta em 886 mil telespectadores por minuto.

    Os resultados surpreendentes são de uma pesquisa da Ipsos Brasil para a rádio Jovem Pan, a partir de dados do Ibope, obtida com exclusividade pelo Notícias da TV.

    Na faixa das 12h às 14h, o rádio está ainda mais vivo do que de manhã, mas a TV aberta tem um salto para quase 2 milhões de telespectadores. Só as FMs de São Paulo, nessa faixa, têm 1,604 milhão de ouvintes. À noite, a TV aberta desequilibra. Entre 17h e 19h, Globo e companhia somam 5,6 milhões de telespectadores, cinco vezes a audiência do rádio (1,152 milhão).

    De acordo com profissionais do rádio, a maior parte da audiência hoje vem do carro e do telefone celular, que substituiu o velho radinho de pilha. Nos transportes coletivos de SP, muita gente anda de fone no ouvido. No congestionado trânsito da cidade, o rádio do carro é um companheiro.

    No FM, as emissoras mais populares dominam o ranking das mais ouvidas. A Nativa lidera, com 272 mil ouvintes por minuto na média das 6h às 19h. É seguida pela Transcontinental, Band, Top FM e Gazeta. No AM, as de notícia se sobressaem. A liderança é da Rádio Globo, com 114 mil ouvintes por minuto, seguida por Capital, Bandeirantes, Jovem Pan e Record.

    Com informações do Bastidores do Radio
     



  • Igreja Universal planeja deixar a programação da Record


    10.06.2014 20h59m
    Recomendar
     Igreja Universal planeja deixar a programação da Record
    Foto: Reprodução

    Principal fonte de renda da Record, os horários alugados à Igreja Universal do Reino de Deus podem estar com seus dias contados.

    Segundo o colunista Ricardo Feltrin, a IURD – cujo fundador, Edir Macedo, é proprietário da Record – deseja gradativamente diminuir seu espaço na emissora por crer que já pode subsistir e crescer sem precisar da Record, já que está presente em diversos outros canais de TV e rádio.

    Ainda segundo Feltrin, o plano de “afastamento” entre a TV e a igreja possui um prazo de seis anos para ser finalizado e pode causar um forte baque aos cofres da Record, que escapa de fechar seu orçamento “no vermelho” graças aos altíssimos valores pagos pela IURD pela locação das madrugadas da emissora.

    Sem o dinheiro da igreja, a Record pode ser obrigada a promover novas demissões e economizar mais na produção de suas novelas e programas. Por outro lado, poderá após muitos anos voltar a ter programação própria em suas madrugadas.

    Com informações do RD1
     



  • Audiência: Band FM acirra disputa pelas primeiras colocações. Nativa segue líder em São Paulo

    As duas FMs populares do Grupo Bandeirantes são donas das duas primeiras posições da audiência paulistana no ranking comercial
    10.06.2014 20h53m
    Recomendar
    Audiência: Band FM acirra disputa pelas primeiras colocações. Nativa segue líder em São Paulo
    Foto: Ilustração

    Saiu hoje (9 de junho) o mais recente panorama da audiência FM de São Paulo e região metropolitana, dados originados da pesquisa do Instituto Ibope e repassados às agências de comunicação e rádios assinantes. E a capital paulista tem uma novidade: dobradinha das rádios populares do Grupo Bandeirantes de Comunicação nas duas primeiras colocações do ranking comercial (06h-19h, segunda à sexta-feira) e um acirramento no período geral. No geral o FM teve uma retração na média de ouvintes por minuto na comparação com as pesquisas anteriores, movimentação comum dependendo da área onde a pesquisa foi realizada. Acompanhe o panorama parcial com base no período 05h-00h (todos os dias e locais, março a maio de 2014):

    Acirrou de vez: a Band FM 96.1 evoluiu e já disputa as primeiras colocações. No chamado ranking comercial (06h-19h, segunda à sexta-feira) existe uma dobradinha entre as emissoras populares controladas pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação (Nativa FM 95.3 na liderança e Band FM em segundo). A Nativa já estava sustentando a primeira posição nos principais períodos da medição, enquanto a Band FM buscava diminuir a diferença para a Transcontinental FM 104.7 de Mogi das Cruzes (vice-líder geral na pesquisa anterior). Agora a Band FM encostou no período 05h-00h (todos os dias e locais) e já ocupa a vice-liderança quando considerado o resultado de segunda à sexta-feira. A reação da Band FM foi forte, superior a 10 mil novos ouvintes na média por minuto (no 05h-00h, todos os dias e locais). As três primeiras estão acima dos 180 mil ouvintes por minuto no período 05h-00h (todos os dias e locais) e dos 230 mil no comercial.

    Na sequência do ranking não foram observadas mudanças significativas nas médias das FMs populares. A Top FM 104.1, rádio que passa por uma reformulação artística e também mudou de nome em janeiro desse ano, cravou uma marca muito parecida com os números registrados na pesquisa anterior, deixando a FM isolada em sua colocação. A 105 FM 105.1 de Jundiaí e a Gazeta FM 88.1 aparecem na sequência, com destaque para a leve oscilação positiva nos números da 88.1 FM. A Grande São Paulo continua com seis FMs consideradas “populares” ocupando as primeiras colocações de forma consecutiva.

    Adulto-contemporâneo, Jornalismo e Jovem

    A Alpha FM 101.7, líder no segmento adulto-contemporâneo, continua evoluindo na medição geral e ocupa a sétima colocação geral no período 05h-00h (todos os dias e locais), sendo uma das melhores marcas já obtidas pela FM em São Paulo. Outro dado de destaque em relação à Alpha FM é a sua marca na média de ouvintes por minuto: já está acima dos 100 mil, estando entre as maiores audiências do meio FM paulistano. A rádio disputa colocações com emissoras de outros segmentos e gêneros: Vida FM 96.5 (que voltou a oscilar positivamente) e Mix FM 106.3 (líder no segmento jovem/pop) aparecem na sequência e disputam colocações no “top 10”. A Metropolitana FM 98.5 fecha a lista, estando em décimo no período 05h-00h (todos os dias e locais).

    As rádios Nova Brasil FM 89.7 e Antena 1 FM 94.7 tiveram suas colocações alteradas (as duas ganharam posições) e viram leves oscilações positivas em seus números no período 05h-00h (todos os dias e locais). Já o segmento jornalístico viu melhoras nas médias das rádios CBN FM 90.5 e Rádio Bandeirantes FM 90.9 em relação à pesquisa anterior (a distância entre as duas FMs não é grande). BandNews FM 96.9 cravou uma média semelhante ao número registrado por ela na medição anterior. SulAmérica Trânsito FM 92.1 e Estadão FM 92.9 também não viram variações significativas em suas médias no período 05h-00h (todos os dias e locais).

    Segmento gospel

    Novidade na pesquisa e no segmento gospel, a Feliz FM 92.5 segue crescendo em São Paulo (apesar de a medição ainda não contemplar um período completo da FM no ar, já que a FM estreou no final de março). A 92.5 FM pulou de 6 mil para 18 mil ouvintes por minuto no período 05h-00h (todos os dias e locais). A Vida FM 96.5 voltou a apresentar crescimento (ganhando uma posição no “top 10” geral) e a Rádio Gospel FM 90.1 cravou uma marca semelhante ao número da pesquisa anterior.

    Sobre o panorama - O texto acima foi um panorama geral a partir do cruzamento de informações de rádios e agências, com base nos períodos 05h-00h (todos os dias e locais) e 06h-19h (segunda à sexta-feira, todos os locais). É importante salientar a grande variação de cenários em cada período/filtro da medição, sendo um raio-x amplo do comportamento do meio (no geral, por média, por alcance e também por segmentos). Infelizmente o Instituto Ibope solicita a não publicação de todas as posições e dos números de audiência das rádios, diferente das pesquisas de televisão.

    Share do FM – os “pontos” das rádios

    Um dos “filtros” da medição aponta a partilha do total do mercado FM entre as emissoras participantes da pesquisa, se assemelhando a uma “pontuação” de audiência. Trata-se da porcentagem de audiência de cada rádio perante os 100% do meio. Veja como ficou essa divisão entre as 15 primeiras colocadas com base no período 05h-00h (todos os dias e locais – março a maio/2014), com base no cruzamento de informações de rádios e agências voltadas ao meio.

    Obs: os dados de share serão atualizados aqui até as 12h00 do dia 10. Enquanto isso confira o índice de audiência (IA%) das primeiras colocadas.

    01 – Nativa FM 95.3 – 1.06%
    02 – Transcontinental FM 104.7 – 1.04%
    03 – Band FM 96.1 – 1.02%
    04 – Top FM 104.1 – 0.73%
    05 – 105 FM 105.1 – 0.60%
    06 – Gazeta FM 88.1 – 0.59%
    07 – Alpha FM 101.7 – 0.56%
    08 – Vida FM 96.5 – 0.47%
    09 – Mix FM 106.3 – 0.46%
    10 – Metropolitana FM 98.5 – 0.38%
    11 – 89 A Rádio Rock FM 89.1 – 0.36%
    12 – Nova Brasil FM 89.7 – 0.28%
    13 – Antena 1 FM 94.7 – 0.28%
    14 – Kiss FM 102.1 – 0.27%
    15 – Jovem Pan FM 100.9 – 0.24%

    São 39 estações que partilham o total da audiência FM de São Paulo e região metropolitana.

    Fonte: Tudo Radio
     



  • Sony anuncia PlayStation TV e divulga detalhes do PlayStation Now


    10.06.2014 20h49m
    Recomendar
    Sony anuncia PlayStation TV e divulga detalhes do PlayStation Now
    Foto: Divulgação/Sony

    A Sony confirmou, na conferência da E3 2014, o lançamento da PlayStation TV (Vita TV, já anunciada no Japão) e o lançamento da versão beta aberta do serviço de streaming dos jogos PlayStation Now.


    A primeira novidade é o produto: uma pequena caixa que custará US$ 99 (cerca de US$ 250). Ele será um acessório que vai se conectar às televisões e terá suporte aos jogos de PS1 e PSP, além do próprio serviço PlayStation Now. Um pacote com um DualShock 3, cartão de memória de 8 GB e cabo HDMI devem custar só US$ 40 a mais (cerca de R$ 100).


    Já o PS Now - que vinha sendo disponibilizado somente em versão beta fechada - será liberado, através de convites, para todos os usuários do PlayStation 4 dos Estados Unidos e do Canadá no próximo dia 31 de julho. Nesse serviço, é possível “alugar” e fazer streaming de vários jogos da plataformas PlayStation no console da nova geração.


    Em breve, ele será disponibilizado também para PlayStation 3, PlayStation Vita e algumas televisões da Sony. Ainda não há datas certas para isso, nem para a liberação do serviço no Brasil. Na Europa, ele deve chegar também em um futuro próximo, segundo a própria Sony, porém, as datas ainda não foram reveladas.


    Com informações do Tech Tudo



  • Audiência: Melodia dispara no Rio de Janeiro. Rádio Cidade registra mais um avanço

    Populares também reagem e o meio FM apresenta alta no Rio
    10.06.2014 20h40m
    Recomendar
    Audiência: Melodia dispara no Rio de Janeiro. Rádio Cidade registra mais um avanço
    Foto: Divulgação

    Foi divulgado ontem (9 de junho) o mais recente resultado da audiência FM do Rio de Janeiro e região metropolitana, dados originados da pesquisa do Instituto Ibope e repassados às agências de comunicação e rádios assinantes. Na comparação com a medição anterior o meio FM carioca viu uma melhora na sua média de ouvintes por minuto, sendo impulsionado pelo avanço nos índices de rádios que concentram boa parte da audiência radiofônica. Acompanhe o panorama parcial com base no período 05h-00h (todos os dias e locais, março a maio de 2014):

    A Rádio Melodia FM 97.5 é novamente o principal destaque da medição FM do Rio de Janeiro e região metropolitana. Além de manter a liderança geral nos principais períodos da pesquisa, a 97.5 FM também foi dona do maior avanço na comparação com o resultado da medição anterior. E outra marca expressiva foi alcançada: a Melodia FM passa a ter mais de 207 mil ouvintes por minuto no período 05h-00h (todos os dias e locais), sendo um número superior às médias registradas pelas líderes do FM de São Paulo (saiba mais). Com isso a Melodia segue isolada na liderança geral, abrindo boa vantagem para as demais concorrentes.

    Porém a líder não cresceu sozinha: as rádios populares do Rio de Janeiro voltaram a registrar avanços no ranking de audiência. Destaque para a oscilação positiva da FM O Dia FM 100.5, emissora que registrou um dos maiores crescimentos entre as FMs participantes da medição, isso na média de ouvintes por minuto do período 05h-00h (todos os dias e locais). A Beat98 FM 98.1, terceira colocada geral nesse filtro, também evoluiu e defendeu sua colocação com esse avanço. A 98.1 FM é seguida pela gospel 93 FM 93.3, emissora que também registrou um forte avanço na comparação com a medição anterior. A líder no segmento adulto-contemporâneo JB FM 99.9 e a Super Rádio Tupi FM 96.5 aparecem na sequência, todas acima dos 100 mil ouvintes por minuto.

    A Rádio Cidade FM 102.9, novidade no dial carioca nesse primeiro semestre, foi novamente um dos destaques da medição de audiência. A rádio obteve o segundo maior avanço entre as FMs participantes da pesquisa (na média de ouvintes por minuto), estando muito próxima de brigar por novas colocações. Essa é a primeira pesquisa que a Rádio Cidade conta com um período mais abrangente em relação às suas atividades no dial: a rádio iniciou os trabalhos em março e a pesquisa atual abrange o trimestre de março a maio. A Nativa FM 103.7, emissora que está a frente da Rádio Cidade no ranking, defendeu a sua colocação ao apresentar um crescimento em sua média de audiência.

    O meio FM também observou avanços nas médias de audiência das rádios SulAmérica Paradiso FM 95.7 e Catedral FM 106.7, além da manutenção da liderança na CBN FM 92.5 no “all-news”

    Sobre o panorama - O texto acima foi um panorama geral a partir do cruzamento de informações de rádios e agências, com base nos períodos 05h-00h (todos os dias e locais) e 06h-19h (segunda à sexta-feira, todos os locais). É importante salientar a grande variação de cenários em cada período/filtro da medição, sendo um raio-x amplo do comportamento do meio (no geral, por média, por alcance e também por segmentos). Infelizmente o Instituto Ibope solicita a não publicação de todas as posições e dos números de audiência das rádios, diferente das pesquisas de televisão.

    Share do FM – os “pontos” das rádios

    Um dos “filtros” da medição aponta a partilha do total do mercado FM entre as emissoras participantes da pesquisa, se assemelhando a uma “pontuação” de audiência. Trata-se da porcentagem de audiência de cada rádio perante os 100% do meio. Veja como ficou essa divisão entre as 10 primeiras colocadas com base no período 05h-00h (todos os dias e locais – março a maio/2014), com base no cruzamento de informações de rádios e agências voltadas ao meio.

    01 – Rádio Melodia FM 97.5 – 17,08%
    02 – FM O Dia FM 100.5 – 13,96%
    03 – Beat98 FM 98.1 – 9,38%
    05 – 93 FM 93.3 – 9,15%
    04 – JB FM 99.9 – 8,72%
    06 – Super Rádio Tupi FM 96.5 – 8,45%
    07 – Rádio Globo FM 89.5 – 6,58%
    08 – Nativa FM 103.7 – 4,95%
    09 – Cidade FM 102.9 – 4,71%
    10 – Mix FM 102.1 – 2,71%

    São 21 estações que partilham o total da audiência FM do Rio de Janeiro e região metropolitana.

    Fonte: Tudo Radio



  • Afiliadas e emissoras das três redes da Transamérica vão acompanhar a Copa

    Rede fará cobertura de todos os jogos do Brasil, países da América do Sul e clássicos mundiais
    01.06.2014 23h23m
    Recomendar
    Afiliadas e emissoras das três redes da Transamérica vão acompanhar a Copa
    Foto: Reprodução
     A Rede Transamérica de Comunicação, liderada pela Transamérica FM 100.1 de São Paulo é detentora dos direitos de transmissão da Copa do Mundo da FIFA e, com isso, levará ao ar para todo o país, a partir de 12 de junho, o evento esportivo de maior audiência mundial. O Tudo Rádio noticiou nesta semana que a Transamérica também lançou um hotsite alusivo à competição.
     
    Sob o comando de Eder Luiz e através das redes Pop, Hits e Light, a cobertura da emissora será abrangente. Na fase classificatória além dos jogos da seleção brasileira, a Transamérica vai transmitir as partidas que envolvem os países do grupo do Brasil, seleções da América do Sul e também os clássicos mundiais. Após as oitavas de final, todos os jogos serão transmitidos.
     
    Além disso, toda a programação da Transamérica trará informações sobre a Copa do Mundo. A emissora contará com repórteres ao vivo em vários pontos do país atualizando os ouvintes com as notícias, bastidores da cobertura, curiosidades e boletins de trânsito nos dias de jogos na cidade de São Paulo, prestando mais um serviço à população sobre o tráfego nas principais vias de acesso ao estádio “Arena Corinthians”.
     
    Com irreverência, humor e credibilidade, característicos da transmissão esportiva da Transamérica, a cobertura da emissora terá ainda reportagens exclusivas e análises dos conceituados comentaristas da equipe como Juarez Soares, Paulo Roberto Martins, José Eduardo Savóia, Silvio Luiz, José Calil, Henrique Guilherme, Roberto Carmona e Thomaz Rafael. As narrações dos jogos ficarão por conta dos locutores Eder Luiz, Oswaldo Maciel e Antônio Edson.
     
    Ao término das partidas, o “Debate Bola” contará com a apresentação de Márcio Bernardes e Gavião. Já nas reportagens, Ivan Drago, Guilherme Lage, Leandro Boudakian, Lucas Itto, Marco Bello, Ricardo Maida e Fuzil acompanharão o Brasil e as demais seleções. Outro destaque será a atuação de Ronaldo Giovaneli, ex-goleiro do Corinthians, como apresentador de edições especiais do “Galera Gol” durante a Copa do Mundo. Premiado pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) como “Melhor Programa de Humor”, a atração reúne talentosos profissionais para falar de futebol de uma maneira descontraída e diferenciada. 
     
    Conforme noticiado pelo Tudo Rádio, a Transamérica contará também com um hotsite exclusivo para complementar a vasta cobertura jornalística. No portal transanet.com.br/copadomundodafifa, os ouvintes vão encontrar a tabela de jogos do campeonato, informações sobre os estádios oficiais, matérias e fotos inéditas da equipe de reportagem da emissora, além de colunistas especializados.
     
    Com informações do Tudo Radio


  • Video: “Se tem Brasil, tem Record no ar”! Conheça o novo slogan da emissora


    01.06.2014 23h22m
    Recomendar


  • Valor médio pago em smartphones deve cair 6,3% em 2014, diz estudo


    01.06.2014 23h00m
    Recomendar
    Valor médio pago em smartphones deve cair 6,3% em 2014, diz estudo
    Foto: Olhar Digital/Renato Santino
    Os smartphones devem se tornar ainda mais acessíveis, segundo um novo estudo da consultoria IDC. A empresa prevê que o valor médio do celular pode cair 6,3% em relação ao verificado em 2013. A média deve cair de US$ 335 no ano passado contra US$ 314 neste ano.
     
    Na previsão da consultoria, em quatro anos, o valor deve ser ainda menor. Em 2018, a média deve chegar a US$ 267. E a empresa vê também um aumento na qualidade dos aparelhos de baixo custo, citando como exemplo o Moto E, que atende necessidades básicas com qualidade.
     
    O Android deve continuar como um sistema do “povão”, de acordo com o estudo. Atualmente, o preço médio pago por um celular com o sistema do Google está em US$ 254, mas deve cair para US$ 215 até 2018. Já a Apple continuará sendo “da elite”, mas o preço também pode cair: de US$ 657 em média atualmente para US$ 604 em quatro anos.
     
    Curiosamente, o posto de mais barato deve ficar com o Windows Phone, afirma o relatório. A média do valor pago pelo smartphone com o sistema da Microsoft deve cair de US$ 265 em 2014 para US$ 214 em 2018.
     
    Fonte: Olhar Digital Via UOL Tecnologia


  • Video: Maurício Torres, apresentador do Esporte Fantástico, morre aos 43 anos

    O apresentador e narrador esportivo Mauricio Torres morreu no início da noite deste sábado (31), em São Paulo . Ele estava internado desde o dia 1º de maio no hospital Sírio Libanês depois de passar mal durante um voo entre Rio de Janeiro e São Paulo.
    01.06.2014 22h59m
    Recomendar



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia