Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Dilton Coutinho assume programa na Transamérica


    23.09.2014 16h41m
    Recomendar
     Dilton Coutinho assume programa na Transamérica
    Foto: Ed Santos / Acorda Cidade

    A partir do dia 13 de outubro, a voz mais conhecida do rádio AM de Feira de Santana também poderá ser ouvida na rádio FM. O radialista Dilton Coutinho, que apresenta o Acorda Cidade na rádio Sociedade AM, estreará na Transamérica FM das 17h às 19h. A empresa de Coutinho também será o responsável pelo horário de 7h às 8h da Jovem Pan, mas sem a presença dele. Uma segunda equipe ainda não definida apresentará o programa, já que o horário coincide com o do Acorda Cidade. O nome dos programas ainda não foi definido. As rádios Transamérica e Jovem Pan são controladas pelo Grupo Lomes.

    Fonte: Blog do Velame
     



  • Video: Milton Jung e a nova demanda de ouvintes e profissionais de rádio

    O rádio está em mudança. Em meio a tantos outros atrativos, é preciso saber como chamar a atenção do ouvinte. O apresentador da CBN, Milton Jung, comenta sobre o desafio de se fazer rádio e essa nova demanda. Confira!
    11.09.2014 23h46m
    Recomendar



  • São Paulo segue com nove rádios acima dos 100 mil ouvintes por minuto

    Faixa comercial vê crescimento na maioria dos índices das FMs
    11.09.2014 23h44m
    Recomendar
    São Paulo segue com nove rádios acima dos 100 mil ouvintes por minuto
    Foto: Ilustração

    Conforme noticiado na última segunda-feira (8) pelo Tudo Rádio o meio FM da Grande São Paulo apresentou mais uma alta nas médias de audiência da maioria das estações paulistanas. Os avanços mantiveram nove rádios acima dos 100 mil ouvintes por minuto na faixa comercial (07-19h, segunda à sexta-feira) e mais três rádios voltaram a superar a marca de 80 mil ouvintes por minuto nesse período. A alta também elevou o “teto” da pesquisa nos principais períodos da medição, com a líder se aproximando dos 300 mil ouvintes por minuto. Acompanhe o panorama parcial referente a pesquisa do Instituto Ibope, trimestre junho a agosto de 2014:

    Nove estações em FM na Grande São Paulo estão com índices que superam a marca de 100 mil ouvintes por minuto na faixa comercial, compreendida de segunda à sexta-feira (conhecida como faixa nobre do rádio brasileiro). Essa situação não é exclusividade das chamadas “rádios populares”, tendo lideres de segmentos registrando essas marcas expressivas. Vida FM 96.5 (líder no gênero gospel), Alpha FM 101.7 (líder no segmento adulto-contemporâneo) e Mix FM 106.3 (líder no jovem/pop) estão entre as estações de maior audiência média no ranking comercial da Grande São Paulo, assim como a Top FM 104.1, Gazeta FM 88.1 e 105 FM 105.1.

    A alta também jogou três rádios para cima dos 80 mil ouvintes por minuto nesse período, são elas: Metropolitana FM 98.5, 89 A Rádio Rock FM 89.1 e Nova Brasil FM 89.7. Isso representa índices superiores às médias registradas por essas rádios nos últimos meses. O meio paulistano possuí mais três FMs acima dos 60 mil ouvintes por minuto na faixa comercial: Antena 1 FM 94.7, Kiss FM 102.1 e Imprensa FM 102.5, rádios que também estão em alta na comparação com os resultados anteriores medidos pelo Instituto Ibope.

    Alto nível: As três primeiras colocadas na maioria dos períodos da medição geraram uma disputa em alto nível pelo topo do ranking. Band FM 96.1, Nativa FM 95.3 e Transcontinental FM 104.7 registraram médias superiores a 260 mil ouvintes por minuto, com a líder se aproximando dos 300 mil. Em resumo o rádio de São Paulo não está definindo a primeira colocada devido à possíveis oscilações negativas, mas sim pelo avanço das concorrentes. Ganha posição quem cresce mais e não quem tem registrado uma retração menor. Essa situação também foi vista na “briga” entre Vida FM, Alpha FM e 105 FM no “top 10”, com as três FMs apresentando melhoras em seus índices.

    Crescimento pode estar no fim: Tradicionalmente o rádio brasileiro costuma registrar queda de audiência quando a pesquisa começa a cobrir a presença do período eleitoral nas emissoras. Hoje as estações convivem com 100 minutos diários de propaganda eleitoral obrigatória, além das inserções dos candidatos/partidos que “incham” o tempo dos intervalos comerciais. A tendência é de que as rádios apresentem oscilações negativas em seus índices até o início de 2015, porém o investimento em ações e na programação visto em boa parte das emissoras de São Paulo podem diminuir ou impedir essa tendência de queda durante o período eleitoral.

    Fonte: Tudo Radio



  • Video: Laerte Vieira, voz padrão da CBN e apresentador do programa "Aconteceu" na RedeTV!


    11.09.2014 23h40m
    Recomendar



  • Zé Eduardo, o Bocão, quebra o silêncio: “Publicaram um monte de mentira”


    11.09.2014 23h32m
    Recomendar
    Zé Eduardo, o Bocão, quebra o silêncio: “Publicaram um monte de mentira”
    Foto: Reprodução

    Depois da confirmação de que o “Se Liga Bocão” deixará de ser produzido, Zé Eduardo quebrou o silêncio em entrevista exclusiva ao site RD1. O apresentador da Record Bahia, que ficou famoso ao cravar altos índices de audiência – 33 pontos em plena tarde, na capital baiana – agora comandará o “Balanço Geral”, edição do meio-dia.

    Ele conta que ficou chateado com o teor das notícias que foram publicadas, de que a atração iria acabar, já que na verdade ele seguirá no ar, no mesmo horário.“Colocaram matéria dizendo que o programa ia acabar, um monte de mentira. Na verdade, ganhei mais uma hora de programa”, disse, esclarecendo que mudará a linha editorial do vespertino.

    Confira na íntegra a entrevista:

    RD1 – Muito se falou nesta quarta-feira (10) sobre o fim do “Se Liga Bocão”. O que tem de verdade e o que tem de mentira nisso?

    Zé Eduardo - Colocaram matéria dizendo que o programa ia acabar, um monte de mentira. Na verdade, ganhei mais uma hora de programa. Já estava há um tempo querendo sair dessa história de crime, crime, crime. Cansa. E acho que também cansava o telespectador. Já vinha conversando com a direção que eu queria sair dessa linha, me aprofundar em outros temas. Já queria mudar radicalmente, queria realmente fazer o “Balanço Geral”, que fala de saúde, entrevistas, política… eu não sou só polícia!

    RD1 - Cansa mostrar sangue todo dia?

    Zé Eduardo - Além de cansar, a energia é terrível. Mostrar todo dia um preso, todo dia uma facada. É horrível. Quero mostrar o morador de rua que não tem pra onde ir, cobrar a Prefeitura, o Governador. Quero dar uma geral na minha vida também.

    RD1 – Falou-se até que a Record estaria impondo essa mudança. Foi isso mesmo?

    Zé Eduardo - Não houve imposição. Há dois anos, vinha dizendo no ar que queria fazer culinária, que eu não aguentava mais, porque a violência estava muito pesada. Eu não aguento mais isso. Vinha conversando com a direção sobre isso, mas, para eu mudar, tinha que desvincular meu nome do “Se Liga Bocão”, que atualmente está ligado diretamente com violência.Além disso, há o fato de que a Record rede quer padronizar a grade.

    RD1 - Então você acabará se afastando do lado “Bocão” para ser de fato Zé Eduardo?

    Zé Eduardo - Exatamente. Agora não é mais Bocão, é Zé Eduardo. Digo em primeira mão para o RD1 que o programa será “Balanço Geral” com Zé Eduardo.

    RD1 - Você ficará das 12h às 14h30 no ar. Está pronto para essa maratona?

    Zé Eduardo - Vai cansar sim, mas a Record vai me dar uma grande estrutura. Vai contratar mais equipes, mais profissionais, mais produtores. A intenção da Record é revitalizar o jornalismo. Não vai mais existir matéria repetitiva, vai ser ótimo até para o mercado.

    RD1 - Por fim, qual a avaliação que você faz desses 8 anos de “Se Liga Bocão”?

    Zé Eduardo - Tudo que eu tive na minha vida, tenho que agradecer ao “Se Liga Bocão”. O que eu dei pra meu pai, minha mãe, devo ao “Se Liga Bocão”. Te confesso que a linha de polícia tem um limite e esse limite tinha chegado pra mim. O próprio Datena fala que não aguenta mais fazer aquilo, eu também falava isso aqui. Todo mundo sabia.

    Fonte: RD1



  • Zé Eduardo deixa Se Liga Bocão e assume Balanço Geral 2ª Edição


    11.09.2014 23h27m
    Recomendar
    Zé Eduardo deixa Se Liga Bocão e assume Balanço Geral 2ª Edição
    Foto: Reprodução

    Conhecido pelo seu jeito polêmico, o comunicador baiano, José Eduardo, vai assumir a apresentação do Balanço Geral 2ª Edição. O programa ficará diretamente ligado aos departamentos de jornalismo de Salvador e de São Paulo.

    Zé Eduardo, como também é conhecido, continua a apresentar o Bahia No Ar, na Rádio Metrópole; Se Liga Bocão e Galáticos, na Itapoan FM, e mais três programas na Rádio Transamérica. O comunicador baiano ainda está à frente do site Bocão News e do Galáticos, voltado para o esporte.

    Ele iniciou a carreira em emissoras de rádios na capital baiana, em meados de 1988. Fez história nas rádios Bahia, Cultura, Bandeirantes, Itaparica, FM 104 FM e Transamérica FM. Nas quatro primeiras, era repórter e apresentava programas esportivos. Nas emissoras 104, Transamérica, Sociedade e Itapoan, fez programas de denúncia popular, com caráter policial.

    Já na televisão, Zé foi repórter esportivo na TV Itapoan, de 1989 a 1992, e na TV Bahia, de 1992 a 2000. Na TV Aratu, de 2000 a 2007, apresentou um programa de entretenimento e um tempo depois o formato do espaço para um programa popular e policial. Chegando a ter dois espaços diários na emissora, o Bom Dia Bocão (matutino) e o Se Liga Bocão (vespertino). Sua história na Record Bahia começou em 2007 e continua até hoje.

    Fonte: Bocão News
     



  • 1
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia